Corinthians fecha primeiro turno invicto e quebra recorde no Brasileirão

O Corinthians venceu o Sport por 3-1 no sábado, dia 5, e terminou a primeira metade do Campeonato Brasileiro com uma campanha histórica. O clube é líder após 19 rodadas com 47 pontos e 82,5% de aproveitamento. São 14 vitórias e 5 empates, além de nenhuma derrota.

É a primeira vez na história do Brasileirão, desde que o torneio passou a ser disputado no formato de pontos corridos em 2003, que um clube consegue passar a primeira metade do campeonato sem ser derrotado. Além disso, o Corinthians já tem a maior série invicta do torneio desde que ele passou a ser composto por 20 times.

A campanha é realmente “assustadora”, como a imprensa brasileira acostumou a classificá-la. O Corinthians venceu todos os seus principais rivais pela taça: bateu o Grêmio, vice-líder, por 1-0 fora de casa; o Palmeiras por 2-0 fora também de casa e o Santos por 2-0 na Arena de Itaquera.

Vencer o Corinthians jogando em seu estádio sempre foi difícil, mas em 2017, o clube também é quase perfeito fora de casa. Longe de seus domínios, os líderes disputaram nove partidas e conquistaram um aproveitamento ainda melhor que em São Paulo: foram sete vitórias e dois empates. Em casa, sete vitórias e três empates

Possibilidade de tríplice coroa

O título brasileiro se aproxima a cada rodada, e com ele o Corinthians tem a possibilidade de fechar o ano de 2017 com uma tríplice coroa inédita em sua história. Em maio, o clube conquistou o Campeonato Paulista ao vencer a Ponte Preta na final e se manteve como o maior campeão do torneio.

Além do Brasileiro, os corintianos seguem na disputa da Taça Sul-Americana, equivalente à Copa da Uefa na América do Sul. Depois de eliminar o Universidad de Chile e o Patriotas, da Colômbia, nas duas primeiras fases, o Corinthians se prepara para encarar o Racing, da Argentina, pela terceira fase da competição que nunca conquistou.

Vale lembrar que o treinador da equipa, Fábio Carille, vive sua primeira temporada como técnico de futebol profissional, após passar os últimos oito anos como assistente no Corinthians. Nesse meio tempo, trabalhou com nomes como Mano Menezes e Tite, e foi campeão dos campeonatos Paulista, Brasileiro, da Libertadores e do Mundial Interclubes da Fifa.

Rafael Almeida

Rafael é brasileiro e acompanha futebol há tanto tempo que nem se lembra. Se interessa também pela política do esporte e pelas suas dimensões socio-culturais. É formado em Relações Internacionais pela Universidade de São Paulo e atualmente estuda jornalismo, sendo também parte da equipe de um jornal digital no Brasil, onde escreve sobre política internacional.

Deixe uma resposta