Marítimo 1-0 Paços de Ferreira: Madeirenses entram com o pé direito

O Marítimo recebeu, esta terça-feira, o Paços de Ferreira em jogo da primeira jornada da Liga e venceu pelo resultado mínimo com o golo solitário de Éber Bessa.

Boa moldura humana nas bancadas do renovado Estádio dos Barreiros, recorde-se que a entrada foi livre para o jogo de hoje em protesto pela hora decidida pela Liga de Clubes.

O jogo começou com muito calor e humidade o que levou as equipas a errar mais e, quer de um lado quer do outro, as oportunidades iam surgindo exatamente através do aproveitamento desses erros. O primeiro remate só surgiu aos 19′ minutos através de um livre de Éber Bessa que saiu muito por cima da barra.

O jogo foi disputado com muito equilíbrio até ao fim da primeira parte e nenhuma das equipas tinha jogado o suficiente para alterar o resultado.

Na segunda parte, o Marítimo começou a assumir o jogo e sempre através de Éber Bessa ia chegando com perigo à baliza dos amarelos. Até que aos 58′ minutos, Éber Bessa inaugura o marcador. Jogada pela esquerda de Luis Martins, dá para Ricardo Valente que assiste Bessa e o brasileiro finaliza à entrada da área com a canela.

A partir daqui o jogo acalmou e o Marítimo demonstrou querer segurar o resultado e como seria de esperar, recuou no terreno. O Paços demonstrou sempre interesse em chegar ao empate mas nunca teve uma verdadeira e clara oportunidade para o fazer.

Nota ainda para Charles que caiu inanimado no relvado após levar com a bota de Bruno Santos na cabeça mas que recuperou rapidamente.

Terminou assim a partida nos Barreiros, os verde-rubros estreiam-se da melhor forma diante dos seus adeptos enquanto que o Paços volta para casa de mãos a abanar.

Ricardo Oliveira

Oriundo da mesma terra do melhor jogador do mundo, a paixão pelo futebol não podia ser maior. Licenciado em Ciências da Comunicação na FCSH, gosta de escrever e está sempre de braços abertos a novos projetos.

Deixe uma resposta