Sérgio Conceição assume o pagamento da sanção disciplinar ao FC Porto

No passado Domingo frente ao Tondela, os homens de Sérgio Conceição, regressaram com atraso no reatar da etapa complementar, o que provocou uma sanção ao clube da cidade invicta. Situação que já havia acontecido na jornada inaugural, quando os dragões diante o seu público, golearam o Estoril Praia e tardaram em regressar ao relvado para iniciarem a segunda parte.

Desta feita, por se tratar de uma reincidência e de acordo com o regulamento disciplinar da Liga, os valores previstos para a multa duplicam. Em caso de reincidência, os limites mínimo e máximo da multa, atingem valores entre 306 € e 765 €.

Tudo acontece quando no passado Domingo, no regresso para a segunda parte, a equipa do Tondela regressou dos balneários, assim como, a equipa de arbitragem liderada por Fábio Veríssimo, mas os dragões teimava em não aparecer. Alguns minutos volvidos, os jogadores do Tondela faziam exercícios para não arrefecer e o árbitro ia olhando para o relógio, quando a equipa do FC Porto regressou dos balneários.

Segundo o “mister” dos azuis e brancos informou em conferencia de imprensa, “precisava de tempo para dar indicações”, assumindo que: “se houvesse multa” ele próprio a pagaria.

Recorde-se que, o FC Porto tinha na jornada inaugural frente ao Estoril-Praia, deixado os canarinhos à espera para o reatar da segunda parte. Nessa ocasião o juíz da partida (Hugo Miguel) escreveu no relatório que “o jogo teve o seu reinício na 2.ª parte mais tarde (três minutos) em virtude de a equipa do FC Porto ter chegada atrasada ao terreno de jogo”. Motivo pelo qual, a Liga a multou o clube em 153 €, o montante mínimo previsto para esse tipo de infração, sendo que o máximo é de 382,5 €.

Veremos se Sérgio Conceição disciplina o tempo de intervalo ou se por contrário, fará desta situação, uma imagem de marca, que poderá ser bem onerosa aos cofres portistas.

Guilherme Freire Coelho

Alfacinha apaixonado pela vida e por futebol. Defendo-o como desporto, respeito-o pela vertente social e admiro-o como espectáculo. A bola, é mero instrumento para os "artistas" brilharem. Não escrevo sobre bola mas sim, sobre Futebol, sempre de forma transparente, com fair-play e....sem respeito pelo acordo ortográfico.....

Deixe uma resposta