Sporting sem brilho e sem ideias, não foi além de um empate diante o Steaua de Bucareste

Esta noite em Alvalade, o Sporting fazia a sua estreia em confrontos com equipas romenas nas competições europeias. O clube da casa, não foi além de um  empate sem golos, levando para a segunda mão do playoff, 90′ de “tudo ou nada”.

Jorge Jesus tinha no onze inicial,quatro estreias em provas da UEFA (Piccini, Battaglia, Podence e Acuña). O Sporting começou melhor, mostrando mais determinação e de quando em vez, justificando o favoritismo de que era alvo. Fruto de maior pendor ofensivo, conquistou vários cantos sem que os mesmos, se tivessem materializado em lances de perigo.

Aos 7’ aparece o primeiro remate dos leões, com Daniel Podence a dar um ar da sua graça, rematando sem perigo para o guardião romeno. Minuto seguinte, Mathieu com excelente oportunidade a obrigar o defesa romeno a intervir para evitar o golo leonino.

Os pupilos de Jorge Jesus, entraram mais decididos a resolver a eliminatória mas os romenos tinham na frente de ataque, um irrequieto e inconformado Denis Alibec que aos 22’ com remate potente, fora da área, obriga Rui Patricio a aquecer as mãos. Este fora um alerta dos romenos que, estavam decididos a não serem meros espectadores do encontro.

Os leões respondem na jogada seguinte com Acuña a ser lançado por Podence e o argentino com remate cruzado, faz a bola embater no poste esquerdo do guardião Nita.

O suspeito do costume Alibec, desenvecilha-se de Gelson e Coates e ruma à baliza, obrigando o internacional Rui Patricio a defesa apertada para anular aquele que poderia ser, a inauguração do marcador. Inconformado, o avançado dos romenos, tenta num lance quase de meio campo, surpreender o guardião leonino com remate colocado.

Os primeiros 45’ terminariam com mais posse de bola para aequipa de Jesus e com mais pendor ofensivo no entanto, as investidas atacantes dos jogadores orientados por Nicolae Dica, foram mais objectivas e com remates mais enquadrados com a baliza.

Apito para a segunda metade e o Sporting mantem a toada possante mas sem concretizar, os adeptos leoninos, levantaram-se das cadeiras quando aos 47′, viram Bas Dost cabecear sobre a barra da baliza romena.

O “mister” romeno tentando impor mais robustez a meio campo, para poder fortalecer as transições ofensivas e travar as investidas leoninas, mexe na equipas aos 57’ fazendo entrar Wiliam Amorim (brasileiro naturalizado romeno) que substituía Golofca. Jorge jesus respondia refrescando o ataque e chama Doumbia para render Daniel Podence.

A única coisa que mudava eram os minutos de jogo….os leões tentavam criar perigo mas sem o discernimento necessário na hora da finalização. Por sua vez, o Steaua ia neutralizando com as linhas mais altas, lançando Alibec nos lances ofensivos em contra ataque. Jesus fazia pela vida e retira Adrien para fazer entrar Bruno Fernandes que teria a responsabilidade de fazer a construção de jogo com mais objectividade.

A 20′ do apito final, os leões continuavam a falhar passes sucessivos com cruzamentos vagos sem resultarem em perigo ao guardião dos romenos. O jogo ficava mais intenso fisicamente e com mais tempo de bola parada. Os romenos continuavam disciplinados tacticamente e muito bem na construção das saídas ofensivas. O camisola 7 (Alibec), era o homem mais inconformado da equipa de Bucareste e de longe, o melhor jogador em campo. Jogava e fazia jogar, aos 77’ faz um passe cruzado para o lateral direito Gabriel Enache que criou a melhor oportunidade do jogo para os romentos.

O burburinho de insatisfação fazia-se ouvir das bancadas, num Alvalade XXI repleto.

A dez minutos do período regulamentar, Mihai Pintilli, vê o segundo amarelo e recolhe aos balneários. Aparentemente, dez minutos que poderiam servir para os leões se adiantarem na eliminatória mas efectivamente, a superioridade numérica nunca se fez sentir em campo. Mantinha-se um Sporting de ataque muito previsível e perdulário na concretização.

Yuri Medeiros fez a sua estreia quando substituiu Fábio Coentrão aos 86’.

Em busca da sua terceira presença em quatro anos na fase de grupos da ‘champions’, o Sporting disputa o jogo da segunda mão em 23 de agosto, na Arena Nacional, na capital romena.

Um Sporting que tem estado ao nível do que vem habituando os seus adeptos e que urge corrigir e materializar em golos as oportunidades criadas.

O Steaua que contará na segunda mão, com o contributo de Podescu, que será uma dor de cabeça à defesa leonina a acrescentar a confirmação de Alibec. Tendo a obrigação de procurar o golo, podem facilitar o caminho aos leões para seguirem em frente para a fase de grupos..

Guilherme Freire Coelho

Alfacinha apaixonado pela vida e por futebol. Defendo-o como desporto, respeito-o pela vertente social e admiro-o como espectáculo. A bola, é mero instrumento para os "artistas" brilharem. Não escrevo sobre bola mas sim, sobre Futebol, sempre de forma transparente, com fair-play e....sem respeito pelo acordo ortográfico.....

Deixe uma resposta