Guilherme Arana, humildade e talento que conquistaram a nação corintiana

Bilhete de Identidade

Nome: Guilherme Antonio Arana Lopes
Data de Nascimento: 14 de Abril de 1997
Nacionalidade: Brasileiro
Altura: 1,76 m
Posição: Lateral-esquerdo
Número: 13

A carreira de Guilherme Arana poderia ser bem diferente se não fosse por um pênalti. Era sua estreia no time profissional em 2015 e, após um passe errado, entregou a bola para o adversário fazer um gol em plena Arena Corinthians.

Não se sabe o que poderia acontecer com sua confiança, não fosse sua ousadia de ir para o ataque no mesmo jogo e conseguir sofrer um pênalti nos últimos minutos, selando a vitória corintiana por 4-3.

Essa é a personalidade de Arana, lateral-esquerdo que hoje, dois anos depois, é titular absoluto do líder do Brasileirão e apontado como o melhor jogador da posição no campeonato. Com muita ousadia, é conhecido sobretudo por sua habilidade e qualidade ao finalizar, mas também pela consistência na marcação.

São quatro gols marcados com a camisa do Corinthians, sendo dois deles contra o arquirrival Palmeiras. Arana é daqueles que aparecem quando a equipa mais precisa de um elemento surpresa. Gosta de driblar e levar o jogo para a linha de fundo, arrancando bons cruzamentos, sem contar sua marca registrada: as canetas.

https://www.youtube.com/watch?v=kR1VhfOCoSc

Mas se tudo isso não bastasse, Arana ainda é a personificação de um jovem humilde, nascido e crescido na periferia de São Paulo, ousado e bem-humorado, bem ao estilo Corinthians. Ele gosta de brincar de papagaio de papel nos intervalos dos treinamentos, ouve funk e tem muita personalidade. Não por acaso é, aos 20 anos, um dos maiores ídolos do atual elenco para os 30 milhões de adeptos que formam a “Nação Corintiana”.

Uma breve navegada por seu instagram já mostra que ele parece não se importar com a “ostentação” do dinheiro do futebol, e embora use roupas caras, continua tirando fotos em caminhões e visitando velhos amigos nos bairros mais pobres.

https://www.instagram.com/p/BWqV7ubh1xE/?taken-by=guiarana26

Chegou ao clube paulista com apenas 10 anos de idade. Por lá, foi campeão Paulista e Brasileiro sub-20 em 2014 e da Taça São Paulo de Futebol Júnior em 2015, o principal torneio juvenil do Brasil. No mesmo ano, foi promovido definitivamente ao profissional. Desde então conquistou o Brasileirão em 2015 e o Campeonato Paulista profissional em 2017.

É da mesma geração de Malcom, garoto que deixou o Corinthians em 2016 para se juntar ao Bordeaux, onde hoje é ídolo e um dos principais avançados da equipa. Arana ficou, e conquistou espaço. Sua boa fase em 2017 já lhe rendeu um bocado de especulações de times europeus, entre eles o alemão Bayer Leverkusen e o espanhol Sevilla.

O Corinthians faz de tudo para que ele permaneça, ao menos, até o fim de 2017. Tudo aponta para que Arana chegue à Europa no meio da temporada do Velho Continente, deixando saudades aos corintianos, carentes de suas jóias criadas em casa.

Rafael Almeida

Rafael é brasileiro e acompanha futebol há tanto tempo que nem se lembra. Se interessa também pela política do esporte e pelas suas dimensões socio-culturais. É formado em Relações Internacionais pela Universidade de São Paulo e atualmente estuda jornalismo, sendo também parte da equipe de um jornal digital no Brasil, onde escreve sobre política internacional.

Deixe uma resposta