“Fumo, e então? É por isso que não vou defender este símbolo com tudo o que tenho? “

Fuma e não se sente pior por isso. Mathieu, um dos reforços do Sporting para esta temporada, assumiu o vício do tabaco. O central que até teve problemas relacionados com essa questão quando, em 2014/15, assinou com o Barcelona, acredita que se ultrapassaram os limites entre o pessoal e o profissional

“Não sou o primeiro nem o último jogador que fuma…Mas quando as pessoas me veem no campo, os adeptos ficam contentes comigo. Isso para mim é o mais importante. Aliás, só isso”, afirmou, em entrevista ao jornal Record.

“Fumo, e então? É por isso que não vou defender este símbolo com tudo o que tenho? As pessoas que pensem o que quiserem, é-me igual.”

Mathieu acrescentou ainda que aceitou o convite do Sporting simplesmente porque queria jogar e que a vontade de Jorge Jesus fez o resto.

“No último ano ao serviço do Barcelona não joguei muito, também devido às lesões. O mister Jorge Jesus ligou-me muitas vezes para vir e vi isso como algo importante. Sentes importância quando alguém te quer. Jesus quis-me e eu quis vir para jogar”, referiu.

 

Ricardo Rocha Cruz

Confiante, resolvido consigo mesmo e ousado. Prazer, chamo-me Ricardo Cruz. Bem-vindos ao meu novo projeto. 

Deixe uma resposta