Vilas-Boas elimina Scolari da Liga dos Campeões Asiática nos penáltis

O Shanghai SIPG carimbou esta terça-feira, a presença nas meias-finais da Liga dos Campeões Asiática. A equipa treinada por André Villas-Boas, eliminou o Guangzhou Evergrande, de Luis Filipe Scolari, nas grandes penalidades (4-5 g.p).

A equipa do treinador português vinha para 2ª mão com uma vantagem de 4-0 conquistada no duelo anterior entre estas equipas, mas permitiu o empate por parte do Guangzhou. Os golos foram apontados por Alan, que bisou na primeira parte e Ricardo Goulart com outros dois golos, um deles nos descontos da partida, fez com que a partida seguisse para o prolongamento.

Já com todas as emoções à flor da pele, no prolongamento e já a jogar com 10 jogadores, o Shanghai SIPG fez o 4-1 através de um livre de excelente execução de Hulk, mas permitiu o 5-1 por Ricardo Goulart de grande penalidade, alcançando nesse momento o hat-trick. Nesse lance, que originou a grande penalidade a favor do Guangzhou, a equipa de Villas-Boas ficou reduzida a nove elementos.

Num jogo impróprio para cardíacos, no desempate por grandes penalidades, Goulart que parecia num dia inspirado, foi o único a falhar a penalidade para o lado do Guangzhou e a equipa de Scolari perdia assim por 5-4, acabando eliminada da competição.

Pedro Martins

Da Margem Sul para o mundo do desporto, toda a minha paixão pelo desporto. Compreender todos os fatores a nível pessoal, emocional, estatístico e realístico no mundo desportivo ao qual partilhamos com todos que nos rodeiam. Porque uma boa escrita no desporto, será sempre o caminho certo para a excelência.

Deixe uma resposta