“La mano de Jô” marca a 24ª rodada do Brasileirão

O Corinthians voltou a vencer no Campeonato Brasileiro após três derrotas consecutivas, sendo duas delas em casa. Os líderes bateram o Vasco por 1-0 no domingo, 18, jogando na Arena de Itaquera em São Paulo. O resultado voltou a colocar a diferença para o segundo colocado em 10 pontos. Mas o grande assunto que se seguiu à rodada no Brasil foi mesmo o gol corintiano.

Aos 73 minutos de jogo, o Corinthians parecia repetir o roteiro das últimas partidas sem vencer. Tinha mais posse de bola e não corria tantos riscos defensivos, mas sofria para conseguir chegar com perigo ao gol adversário. Quando o fazia, via o guarda-redes vascaíno Martín Silva brilhar com grandes defesas.

Foi então que Marquinhos Gabriel, que havia saído do banco de reservas poucos minutos antes, fez grande jogada pela lateral esquerda e cruzou. A bola desviou na defesa e tomava o caminho do gol quando o artilheiro Jô apareceu, junto à trave, para garantir que ela entrasse. O problema é que usou o braço direito para isso.

O árbitro que fica ao lado do gol não viu, assim como o auxiliar e o árbitro principal. O gol foi validado e o Corinthians venceu. Desde então, Jô foi acusado de não agir com o fair-play que cobrou dos adversários em diferentes entrevistas ao longo da temporada. E o presidente da CBF disse que pretende instaurar o árbitro de vídeo já na próxima rodada, embora o campeonato tenha contado com diversos outros erros tão grandes ou maiores que o de domingo.

Na ponta: vantagem volta a subir

Com mão ou sem mão, o Corinthians somou três pontos e chegou aos 53. Os seus principais adversários pela liderança, Grêmio e Santos, perderam. Com isso, o time de Jô volta a abrir 10 pontos de vantagem sobre os gremistas. A diferença é a mais alta já conseguida por um time no torneio de 2017.

O Corinthians vinha passando por um momento de grande instabilidade no torneio. Perdeu para dois times na zona do rebaixamento e para o rival Santos, adversário direto pelo título. Apesar disso, se nas quatro primeiras rodadas do segundo turno os corintianos haviam somado apenas três pontos, Grêmio e Santos não souberam aproveitar.

Os vice líderes do Grêmio fizeram apenas quatro pontos no mesmo período. Já o Santos foi um pouco melhor, mas os seis pontos somados foram insuficientes para alcançar o Corinthians. Com as atenções voltadas para a Libertadores, os dois clubes parecem conformados com a possibilidade de ver o Corinthians levantar o heptacampeonato brasileiro em 2017.

Destaque da Rodada

O Botafogo segue fazendo um grande papel no Brasileirão 2017. Dessa vez, venceu o Santos em casa por 2-0 e manteve a melhor campanha do segundo turno. O clube carioca ocupa a sétima posição com os mesmos 37 pontos do Cruzeiro, primeiro time na zona de classificação para a fase preliminar da Libertadores de 2018.

A campanha impressiona uma vez que os botafoguenses disputam também a Libertadores da América, principal meta do clube para a temporada. Mesmo poupando alguns atletas para as partidas de quartas-de-final contra o Grêmio, o Botafogo consegue manter um bom desempenho no torneio nacional. Até agosto, o time também disputava a Copa do Brasil, competição em que chegou às meias-finais.

Lá embaixo: a volta dos que não foram

O Atlético-GO foi dado como praticamente rebaixado algumas vezes ao longo da temporada. O time, que veio da segunda divisão em 2017, esteve praticamente todo o torneio a pelo menos sete pontos de distância dos principais adversários na parte de baixo da tabela – distância considerável visto que o Brasileirão tem sido marcado pela baixa diferença de pontos em todas as zonas de classificação.

Mas a vitória até certo ponto surpreendente contra a Ponte Preta fora de casa por 3-1 no sábado, 16, trouxe o time de Goiás de volta à briga contra o rebaixamento. A diferença para o penúltimo colocado Vitória caiu para quatro pontos, e a distância para o primeiro time fora da zona de rebaixamento, o Bahia, agora é de apenas cinco.

O Atlético-GO tem ainda a melhor campanha no segundo turno entre todos os times da parte debaixo da tabela. Com três vitórias e um empate em cinco jogos os goianos somaram 10 dos 22 pontos que têm no torneio só no segundo turno. O time está a poucos pontos de igualar a campanha de todos os primeiros 19 jogos.

Para ficar ligado na próxima rodada

O grande atrativo da 25ª rodada fica por conta do clássico entre São Paulo e Corinthians, que se enfrentam no Morumbi na manhã de domingo, 24. Se derby já é um motivo para não perder por si só, a partida ganha ainda mais importância após a última rodada.

O São Paulo conseguiu vencer depois de três jogos tropeçando e ficou próximo de sair da zona do rebaixamento. O clube poucas vezes esteve tão perto de cair para a segunda divisão como em 2017, e luta desesperadamente contra o descenso, mas faz campanha muito irregular.

O Corinthians tem a chance de ajudar a aumentar o drama dos arquirrivais ao mesmo tempo que se consolida, mais uma vez, no favoritismo pelo título deste ano. Grêmio e Santos têm partidas difíceis contra Bahia, fora de casa, e Atlético-PR, em casa, respectivamente.

No primeiro turno o Corinthians venceu o São Paulo por 3-2 e manteve a escrita de nunca ter perdido para o rival na Arena Corinthians.

Resultados da 24ª rodada

Botafogo 2-0 Santos
Ponte Preta 1-3 Atlético-GO
Avaí 1-1 Atlético-MG
Flamengo 2-0 Sport
Corinthians 1-0 Vasco
Atlético-PR 3-1 Fluminense
Grêmio 0-1 Chapecoense
Vitória 1-2 São Paulo
Cruzeiro 1-0 Bahia
Palmeiras 1-0 Coritiba

Rafael Almeida

Rafael é brasileiro e acompanha futebol há tanto tempo que nem se lembra. Se interessa também pela política do esporte e pelas suas dimensões socio-culturais. É formado em Relações Internacionais pela Universidade de São Paulo e atualmente estuda jornalismo, sendo também parte da equipe de um jornal digital no Brasil, onde escreve sobre política internacional.

Deixe uma resposta