Vitória acredita na “forma de estar, filosofia e identidade” do Benfica

Em vésperas do confronto com o Manchester United a contar para a Liga dos Campeões, o treinador do Benfica reafirmou a sua confiança na equipa em declarações para a magazine da competição. Relembro que os encarnados encontram-se na última posição do Grupo A, abaixo de United, Basileia e CSKA e têm o apuramento para a próxima fase em risco.

Depois de uma vitória magra sobre o Olhanense para a Taça de Portugal, a primeira vitória fora de casa em dois meses, o Benfica prepara a receção ao United de Mourinho, segundo classificado da Premier League. Quando questionado sobre a composição da equipa na terça-feira, Vitória afirma que confia na formação habitual e na identidade da equipa.

“Vamos ter um opositor forte que nos vai levar a ter outras atenções e outros cuidados. Mas não vamos mexer naquilo que é a nossa forma de estar em campo, a nossa filosofia e identidade. Do outro lado está uma equipa forte mas acreditamos muito nos nossos valores”

Quanto a José Mourinho, o técnico ribatejano recorda o primeiro embate entre ambos, “Quando estava a começar a minha carreira de treinador, fomos jogar ao Estádio das Antas para a Taça e era o José Mourinho o treinador. Foi uma experiência muito boa para nós e na altura senti palavras muito agradáveis da parte do Zé, de confiança para o futuro.”

Este encontro remonta a 2003/04, em que Mourinho acabaria por ganhar 4-0 sobre o Vilafranquense de Rui Vitória, com dois golos de Carlos Alberto, um de Marco Ferreira e de… Sérgio Conceição. Se a história se repetir, os encarnados ficarão em muito maus lençóis.

 

David Silva

Contar a minha história é falar de futebol. Primeiro, a paixão. Depois, a prática. Em seguida, uma deslocação de 71km entre a Lourinhã e a NOVA/FCSH, onde concluí o curso de Ciências da Comunicação, em 2019. Pelo meio, nove meses de estágio memoráveis no Canal 11, na Cidade do Futebol. E por fim, a paixão. Sempre.

Deixe uma resposta