Taraabt e o Génova: “Encontrei-me e encontrei o amor pelo futebol”

Emprestado pelo Benfica aos italianos do Génova, Adel Taraabt tem sido titular em quase todos os jogos disputados pela equipa de Ivan Juric. Em entrevista ao Gazzetta dello Sport, o marroquino admitiu que sente agora mais confiança no seu jogo, algo que não encontrou nos encarnados.

Chegado ao Benfica em 2015/16, nunca “calçou” pela equipa principal. Diz que foi no Benfica que a sua carreira mudou para pior: “Enquanto miúdo encontrei sempre treinadores que me trataram como um filho, mas tudo mudou no Benfica. Depois, quando cheguei ao Génova, estava fora de forma e tive problemas. Mas acabei por perceber que tinha de ir falar com o treinador. Falámos e ele disse-me que se fizesse as coisas bem poderíamos começar de novo. Não sei se posso dizer que ficámos amigos, mas mudou a minha vida. Fisicamente, perdi 11 quilos!”

Quando questionado se acredita voltar ao nível que apresentara no Queens Park Rangers ou no AC Milan, o médio de 28 anos atira: “No início de carreira estava apenas a focar-me no talento e não acreditava muito na necessidade de correr. Queria vencer apenas à minha maneira. Agora percebi que o futebol é um jogo coletivo e para se ser um jogador completo tens de sofrer. Estou a voltar; não serei o mesmo de antes, mas estou a voltar. Seria fantástico vencer e ouvir os adeptos cantar o meu nome”

Um dos maiores entraves à adaptação no Benfica era o seu excesso de peso. Onze quilos depois, explica que “tive de mudar o meu estilo de vida e eu fi-lo. Encontrei-me e também encontrei o amor pelo futebol. Sou doido por este desporto, vejo todos os jogos, conheço todos os jogadores”

 

David Silva

Contar a minha história é falar de futebol. Primeiro, a paixão. Depois, a prática. Em seguida, uma deslocação de 71km entre a Lourinhã e a NOVA/FCSH, onde concluí o curso de Ciências da Comunicação, em 2019. Pelo meio, nove meses de estágio memoráveis no Canal 11, na Cidade do Futebol. E por fim, a paixão. Sempre.

Deixe uma resposta