Vantagem do líder cai e título está em aberto: a 30ª rodada do Brasileirão

A diferença do primeiro para o segundo classificado do Brasileirão, que já chegou a ser de 12 pontos em agosto, caiu para seis ao fim da 30ª rodada do torneio nesta segunda-feira (23). É a menor vantagem desde a 15ª rodada, quando o cenário era inverso e o líder Corinthians aumentava constantemente a diferença de pontos. Hoje, ela só diminui.

A vantagem poderia estar ainda menor se a reação das equipas abaixo do Corinthians tivesse acontecido mais cedo. O Timão fez, no primeiro turno, a melhor campanha da história do Campeonato Brasileiro e fechou as 19 primeiras jornadas com 8 pontos de diferença para o Grêmio, então vice-líder.

Desde então o quadro mudou completamente. O Corinthians faz uma das piores campanhas do segundo turno, com pouco mais de 36% de aproveitamento. São apenas 12 pontos em 11 partidas. Mesmo assim, a equipa ainda conseguiu aumentar a diferença para o segundo classificado, que até ontem era de nove pontos.

Isso porque todos as equipas do topo da tabela faziam campanha igualmente irregular. Mas não mais. O Palmeiras voltou a jogar bem desde que demitiu o técnico Cuca e já emendou três vitórias seguidas. O Santos também segue fazendo uma boa campanha e, com isso, os dois lideram a perseguição ao Corinthians, agora apenas seis pontos atrás.

Na ponta: momentos opostos

A queda na vantagem corinthiana começou no domingo (22), quando Santos e Palmeiras venceram os seus jogos. Os santistas bateram o último colocado Atlético-GO por 1-0 em casa, enquanto os palmeirenses conquistaram um bom resultado contra o Grêmio, fora de casa: 3-1.

Ambos os resultados empurraram a pressão para cima do Corinthians, que enfrentava o Botafogo no dia seguinte fora de casa. Os líderes mantiveram o péssimo desempenho na segunda metade do torneio e caíram para a equipa que, pelo contrário, faz a melhor campanha do segundo turno: 2-1 para o Botafogo.

Os corinthianos ainda reclamaram de um pênalti ao fim da partida que teria acontecido em cima do avançado Jô, mas o árbitro preferiu não marcar. Para Arnaldo Cézar Coelho, comentador da Rede Globo e ex-árbitro que chegou a apitar uma final de Copa do Mundo, a penalidade não foi marcada por “falta de coragem”.

De qualquer maneira, a redução da liderança para seis pontos faz com que Santos e Palmeiras voltem a vislumbrar a possibilidade de título, que parecia improvável há algumas semanas. Corinthians e Palmeiras enfrentam-se daqui a duas jornadas, em partida que pode valer a liderança do torneio.

Destaque da rodada: Robinho volta a ser protagonista

Depois de muito tempo apagado, e tendo passado boa parte do Campeonato Brasileiro no banco de suplentes, o avançado Robinho, que tem passagens por Real Madrid, Manchester City e Milan voltou a ser destaque no clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro.

Os cruzeirenses começaram ganhando em Belo Horizonte, mas Robinho marcou dois belos gols para o Galo e decretou a vitória alvinegra no Mineirão por 3-1.

Com isso, o Atlético-MG volta a figurar entre os dez primeiros colocados do Brasileirão e ainda tem chances de se classificar à Copa Libertadores de 2018. Já o Cruzeiro, com vaga assegurada na competição continental do ano que vem por ter sido campeão da Copa do Brasil, segue confortável para o resto da temporada.

Lá embaixo: São Paulo cada vez mais livre

Depois de perder para o Fluminense por 3-1 fora de casa na rodada anterior, em um confronto direto na briga contra o rebaixamento, o São Paulo conseguiu uma boa vitória contra o Flamengo. Fez 2-0, com gols de Lucas Pratto e Hernanes, e se distanciou um pouco mais do temido Z-4.

Ainda que irregular, o tricolor paulista faz uma boa campanha no segundo turno do Brasileirão e já está quatro pontos acima do Vitória, o primeiro na zona do rebaixamento.

Com a exceção do Atlético-GO, todas as outras equipas ainda têm chances reais de se livrar do descenso, embora as campanhas de Coritiba e Ponte Preta não sejam muito animadoras: conquistaram apenas cinco e quatro pontos, respectivamente, nas últimas cinco rodadas.

Pra ficar ligado na próxima rodada

Vários confrontos diretos acontecem na 31ª rodada, seja na briga pela Libertadores ou contra o rebaixamento. De início, o São Paulo recebe o Santos em um clássico de oposição: um tenta se salvar de vez do fundo da tabela, e o outro pretende continuar na perseguição ao líder.

Flamengo e Vasco protagonizam outro clássico, dessa vez no Rio de Janeiro, valendo a sétima posição na tabela e, com isso, a última vaga para a Libertadores de 2018.

Fluminense e Bahia, e Sport e Coritiba protagonizam duas disputas diretas contra o rebaixamento. Ao mesmo tempo, a Ponte Preta recebe o Corinthians em Campinas, onde sempre costuma dar trabalho. Para o time da casa, vale a luta contra o rebaixamento. Para os visitantes, a vitória é praticamente uma obrigação.

Resultados da 30ª rodada
Vasco 1-1 Coritiba
Santos 1-0 Atlético-GO
São Paulo 2-0 Flamengo
Cruzeiro 1-3 Atlético-MG
Atlético-PR 2-1 Sport
Grêmio 1-3 Palmeiras
Bahia 2-1 Vitória
Ponte Preta 1-2 Avaí
Chapecoense 2-0 Fluminense
Botafogo 2-1 Corinthians

Rafael Almeida

Rafael é brasileiro e acompanha futebol há tanto tempo que nem se lembra. Se interessa também pela política do esporte e pelas suas dimensões socio-culturais. É formado em Relações Internacionais pela Universidade de São Paulo e atualmente estuda jornalismo, sendo também parte da equipe de um jornal digital no Brasil, onde escreve sobre política internacional.

Deixe uma resposta