Guardiola tece duras críticas à bola da Taça da Liga Inglesa

Pep Guardiola criticou a bola eleita para os jogos da Taça da Liga inglesa depois do jogo com o Wolverhampton de Nuno Espírito Santo, que acabou empatado sem golos e que foi apenas decidido no desempate por grandes penalidades a favor da equipa de Manchester por 4-1.

O treinador catalão não perdoou e apresentou um onze com muitos titulares – Bravo; Danilo, Mangala, Adarabioyo e Zinchenko; Bernardo, Toure, Sterling e Gündoğan; Agüero e Jesus – mas, ainda assim, a equipa chegou ao final do tempo regulamentar sem conseguir marcar um golo e só garantiu a qualificação para a próxima fase graças ao guarda-redes .

“Esta bola é inaceitável para jogos de alta competição. É demasiado leve, salta por todo o lado, não é uma boa bola. É impossível marcar um golo com uma bola destas. Estou à vontade para dizer isto porque ganhei, se tivesse perdido não estava a falar nisto, não seria uma desculpa, mas como ganhei, posso falar. Esta bola é inaceitável” disse o treinador, continuando : “Lamento, mas a bola da Taça da Liga não é uma bola séria para uma competição séria. É feita para o marketing, para o dinheiro. Tudo bem, mas não é aceitável. Não tem peso, não tem nada”, atirou na conferência de imprensa que se seguiu ao jogo.

 

Tiago Cruz

Estudante do segundo ano do curso de Línguas Aplicadas da Universidade do Minho. Sou o Tiago Ferreira, ambicioso e sempre à procura de novos projetos. Escrever é uma das minhas paixões.

Deixe uma resposta