United vence Tottenham em Old Trafford com golo solitário de Martial

O jogo cabeça de cartaz desta jornada da Premier League viu dois candidatos ao título, Manchester United e Tottenham Hostpur, defrontarem-se. A vitória do United, depois de um golo de Anthony Martial aos 81 minutos, assegurou a segunda posição isolada ao clube de José Mourinho, sendo que, antes desta partida, a partilhava, em igualdade de pontos, com o oponente Tottenham.

As baixas de peso em cada equipa – Harry Kane fora por lesão no Tottenham, e Pogba apenas recentemente recuperado no United – não impediram os adeptos de desfrutarem de uma grande partida de futebol, em Old Trafford. O jogo, em que poucas oportunidades de golo houve, ficou marcado pela grande intensidade que ambas as equipas puseram em campo, resultando num ritmo acelerado e em jogadas ganhas e decididas nos duelos físicos.

O Manchester United, com Rashford, Mkhitaryan e Herrera como novidades no onze em relação ao último jogo na competição contra o Huddersfield Town, dominou os primeiros 10 minutos da partida, exercendo grande pressão sobre o Tottenham e ameaçando o golo logo ao terceiro minuto quando Lukaku tentou o cruzamento para Rashford que o guarda-redes do Tottenham, Hugo Lloris intercetou.

A partir dos 15 minutos, o Tottenham finalmente ficou confortável no jogo e no sistema sem Kane, a habitual referência na grande área. Quando Christian Eriksen se conseguiu soltar no meio campo e Heung Min Son começou a descer no terreno de jogo, a superioridade numérica permitiu à equipa londrina reter a posse de bola e impedir os adversários de sairem com critério para o ataque. No entanto, a defesa do United, reagiu sempre bem à perda da bola, impedindo o Tottenham de capitalizar das bolas ganhas no meio-campo.

Na segunda parte, a história repetiu-se, com o United a sufocar o Tottenham nos primeiros minutos, tendência que Mauricio Pochettino contrariou com sucesso ao lançar o médio ofensivo Mousa Dembélé e o ponta de lança Fernando Llorente no jogo. Mesmo assim, depois de mais um período de grande dominância do Tottenham, foram as alterações no United, mais precisamente Anthony Martial que entrou aos 70 minutos, que deram frutos. A equipa de Mourinho finalmente conseguiu encontrar a baliza numa jogada de apenas três toques: na sequência de um pontapé de baliza de De Gea, Lukaku ganha a bola no ar e passa de cabeça para Martial que bate Eric Dier na velocidade e remata à baliza com sucesso, tendo sofrido ainda um pequeno desvio do central Vertonghen.

O Tottenham, que vinha de quatro vitórias seguidas na Liga, perde assim pela segunda vez, e apenas pela primeira fora de casa. Já o United, recebe um necessário “boost” de confiança após dois jogos na Premier sem vencer.

Francisca Tinoco

Aluna do segundo ano da licenciatura de Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa, amante do futebol e do desporto e sonhando em poder fazer do jornalismo desportivo a minha vida.

Deixe uma resposta