Cinco desilusões, até ao momento, nos principais campeonatos europeus

Após termos listado cinco equipas que estavam a surpreender pela positiva nos principais campeonatos europeus, chegou a vez de vermos cinco que se têm destacado e surpreendido pela negativa.

À beira de uma nova jornada de futebol, algumas destas classificações podem vir a ser alteradas mas algo certamente irá-se manter que é o facto de estas equipas não estarem a atuar como, provavelmente, seria esperado.

 

#1 – Everton

A saída de Romelu Lukaku para o Manchester United, que vinha a ser o melhor marcador do clube, não baixou as expetativas dos adeptos dos toffees. O Everton gastou mais de 100M em contratações de jogadores como Michael Keane, Pickford, Sigurdsson, Klaassen e Sandro Ramírez, para  além de terem visto Wayne Rooney a regressar ao clube a custo zero.

Na época passada, com Ronald Koeman, o clube inglês acabara em 7.º lugar e garantiu um lugar na Liga Europa. Na presente época soma apenas 8 pontos, até ao momento, em 10 jogos e segue na 18.ª posição. Face a isto, o treinador holandês acabou por ser despedido e o clube encontra-se atualmente com um treinador interino. De realçar que o  Everton já não tem qualquer possibilidade de progressão da fase de grupos da Liga Europa, quando ainda faltam duas jornadas.

 

#2 – Athletic Bilbao

O histórico espanhol tem sido uma presença assídua nas competições europeias nos últimos anos, com destaque para a final da Liga Europa perdida para o Atlético de Madrid em 2011-12 e, na última época, alcançou um 7.º lugar na Liga Espanhola.

Com poucas mexidas no plantel (o clube só contrata jogadores bascos), segue em 15º lugar com 11 pontos, até ao momento, decorridos 10 jogos. Ainda faltam muitas jornadas mas não é, certamente, o arranque esperado pelo clube basco. Na Liga Europa, no entanto, seguem em 3.º com 5 pontos no grupo J, onde está tudo em aberto.

 

#3 – Lille LOSC

Campeão francês em 2010/11, o Lille vinha a ser, nos últimos anos, uma presença assídua nas competições europeias mas na última época ficou de fora, fruto de um 11.º lugar na Ligue 1.

Nesta época, Marcelo Bielsa foi o treinador escolhido para tentar devolver o Lille aos lugares cimeiros da tabela mas, até agora, não lhe tem corrido de feição. O emblema francês soma 6 pontos em 10 jogos (menos um que a maioria das equipas) e segue num desapontante 19.º lugar, a 4 pontos do 18.º e com vantagem de 3 para o 20.º.

 

#4 – Colónia

Apesar do seu histórico no campeonato alemão (três vezes campeão), o Colónia não é, atualmente, dos maiores emblemas alemães com o título a escapar desde a longínqua temporada de 1977/78. O clube tem vindo a ser irregular nos últimos anos, tendo voltado à ribalta do futebol alemão na época de 2014/15. Porém, na última temporada, alcançaram a 5.ª posição que lhes valeu um lugar na Liga Europa.

Fruto do 5.º lugar alcançado, os adeptos alemães esperariam, certamente, um melhor arranque na Bundesliga. O Colónia arrecadou 2 pontos em 10 jogos e encontra-se na 18.ª e última posição da Bundesliga, a 3 pontos do 17.º (Werder Bremen) e a 5 do 16.º (Hamburgo). Contundo, na Liga Europa, ainda pode vir a passar a fase de grupos apesar de constar no 4º lugar do Grupo H (grupo de Arsenal, já apurado, Estrela Vermelha e Bate Borisov).

 

#5 – AC Milan

O maior emblema a constar desta lista, o AC Milan festejou o seu último título na época de 2010/11 e tem estado longe de níveis a que nos habituou, fruto das prestações aquém do esperado na Serie A. Na última época obteve um 6º lugar e teve que passar pelas fases de apuramento até atingir a fase de grupos da presente Liga Europa.

Esta época, com a injeção de capital motivada pela compra do clube por empresários chineses, o emblema milanês gastou mais de 180M em jogadores. Nomes como André Silva, Ricardo Rodríguez, Andrea Conti, Hakan Calhanoglu, Musacchio, Biglia, Kalinic, Kessié e, mais surpreendentemente, Leonardo Bonucci da Juventus (atual capitão do AC Milan), deram esperanças aos adeptos rossoneri do regresso do poderoso Milan.

Até agora, o clube de Milão, apesar de não figurar propriamente mal colocado na tabela, face aos gastos, estaria certamente à espera de um melhor arranque e, de consequentemente, estar melhor colocado na liga. Em 10 jogos, encontra-se na 8.ª posição com 16 pontos, os mesmos que Fiorentina e Torino, a 4 do 6.º lugar (Sampdoria) e a 8 do 5.º (Roma).

André Fernandes

Licenciado em Ciências da Comunicação pela FCSH/NOVA. Madeirense, adepto de futebol e da escrita, marcar golos na vida e chegar o mais longe possível é um dos meus objetivos.

Deixe uma resposta