Jesus está confiante na vitória não obstante do potencial dos arsenalistas

Jorge Jesus fez à pouco, a antevisão do encontro de amanha frente ao Sporting de Braga, a realizar no reduto dos leões, em jogo a contar para a 11ª jornada da Liga NOS.

Um dos temas que tem causado mais foco, é o facto de o calendário ser mais prejudicial aos minhotos, tendo em conta que estes, tiveram menos dois dias para poderem preparar o encontro. Nesse particular, o mister leonino desdramatizou a situação alegando que: «O cansaço dos jogos no meio da semana é secundário, o que é mais importante são as lesões por causa desses jogos. O cansaço estamos sujeitos à calendarização. Se queremos estar nas competições europeias temos de arranjar argumentos para isso. Jogaremos com o Sp. Braga de acordo com o que é o normal do campeonato, com jogos difíceis».

Jorge Jesus elogiou o emblema arsenalista relembrando o seu recente historial: «O Sp. Braga é quarto classificado, ao longo dos últimos anos a estrutura tem crescido ao nível de um clube grande. Será um jogo difícil, mas, como tem sido o habitual, queremos é vencer e temos de arranjar argumentos para, com maior ou menor dificuldade, vencer o Sp. Braga», afirmou o técnico leonino.

Jesus volta a bater na “mesma tecla” e foi mais persistente no forma como definiu a grandeza do clube minhoto: «Não considero o Sp. Braga uma equipa pequena, é uma equipa grande. Claro que os três rivais, pelo historial, são diferentes, mas o Sp. Braga tem conteúdos de equipa grande. Se compararmos em estrutura, o Sp. Braga não fica atrás de nenhuma. Vão olhar para o jogo na perspetiva de um jogo grande. Será mais um problema do treinador em termos de estratégia, porque os jogadores do Sp. Barga estão cientes do seu valor.»

Está quase a fazer um ano que os arsenalistas vieram a Alvalade vencer, com Abel como treinador interino. Face a esse resultado, Jesus declarou que: «mudou tudo, no Sporting e no Braga, desde essa altura. O Sporting de Braga hoje é completamente diferente. o Abel fez apenas aquele jogo, hoje é o responsável número um. O Braga tem jogadores diferentes e o Sporting a mesma coisa. O que serve esse registo é que no último ano venceram aqui por 1-0 e nós este ano queremos fazer melhor, que é vencer», concluiu o mister leonino.

Guilherme Freire Coelho

Alfacinha apaixonado pela vida e por futebol. Defendo-o como desporto, respeito-o pela vertente social e admiro-o como espectáculo. A bola, é mero instrumento para os "artistas" brilharem. Não escrevo sobre bola mas sim, sobre Futebol, sempre de forma transparente, com fair-play e....sem respeito pelo acordo ortográfico.....

Deixe uma resposta