“No Chelsea encontrei aquilo de que preciso”

Numa entrevista concedida ao jornal MARCA, durante o estágio da seleção espanhola, o avançado Álvaro Morata justificou as razões que o levaram a trocar o Bernabéu por Stamford Bridge por uma quantia de 80 milhões de euros.

“É muito simples, o único fator decisivo era a necessidade que eu tinha de jogar e o Real Madrid não me podia proporcionar isso”, afirmou Morata. “Quero jogar todos os domingos, independentemente de estar em melhor ou pior forma. O Real Madrid é o Real Madrid e qualquer jogador quer lá estar mas no Chelsea encontrei aquilo de que preciso”, prosseguiu.
Em relação ao técnico merengue, o avançado espanhol diz-se agradecido pela oportunidade dada de ganhar a Liga dos Campeões. O jogador fazia parte do plantel que conquistou La décima, antes de rumar à Juventus, e voltou a ganhar a competição na última época, depois de ter regressado aos los blancos.

“Estarei agradecido a Zidane durante toda a minha vida, deu-me a oportunidade de ganhar outra Liga dos Campeões. Ele disse-me que percebia a minha vontade de sair e decidi que era o melhor porque há um Mundial pela frente.”
Morata tem sido uma das figuras de proa do Chelsea, neste início de campeonato, tendo apontado 7 golos em 10 jogos para a Premier League.

André Fernandes

Licenciado em Ciências da Comunicação pela FCSH/NOVA. Madeirense, adepto de futebol e da escrita, marcar golos na vida e chegar o mais longe possível é um dos meus objetivos.

Deixe uma resposta