Bruno de Carvalho incansável nas criticas a Luís Filipe Vieira

Ontem á noite na 37ª Gala dos Rugidos do Leão, a decorrer na Ortigosa, Bruno Carvalho discursou para uma plateia de 1.500 sportinguistas. Numa iniciativa que visa premiar atletas do clube, o presidente dos leões ocupou muito do seu discurso, a falar da entrevista de Luís Filipe Vieira à BTV, em que considerou o seu homólogo como “um perfeito idiota”.

“Ontem (quarta-feira), fui brindado por um chorrilho de disparates, onde uma das coisas era que o presidente do Sporting e o treinador não se falavam e vice-versa. É verdade que não ando de pijama pela academia a comer batatas fritas, e muito menos com uma câmara de uma televisão atrás. O que não significa que o presidente do Sporting e o treinador não estejam em sintonia naquilo que são objetivos do Sporting, que são claros, que é sermos campeões este ano”, retorquiu Bruno de Carvalho.

O presidente leonino considera que Luís Filipe Vieira foi “mal aconselhado” e deixou uma ameaça ao líder dos ‘encarnados’ avançando que: “Talvez um dia mereça que eu diga em público o que ele anda a dizer do seu treinador Rui Vitória. Não vou dizer, por uma questão de respeito ao Rui Vitória e por pouco me importar pelo que se passa na casa dos outros”.

Bruno de Carvalho incansável no ataque a Luís Filipe Vieira, sem, contudo, o nomear, alerta ainda para o facto de: “Não me volte a entrar em casa, porque da próxima vez não vou ser tão meiguinho”. Acrescentando ainda: “vai ser dada dentro das quatro linhas e fora das quatros linhas pelo grupo de trabalho que tem uma vontade de cumprir os nossos objectivos que é ser campeão”.

O responsável máximo falou para dentro da estrutura e criticou também quem o censura internamente: “Estou cansado daquela conversa dos sportinguistas sobre se devo ter elevação ou não devo ter elevação”. Acabando por fazer rir a plateia quando disse: “Para elevação temos o Bas Dost, que tem quase dois metros”.

Na Ortigosa, Bruno de Carvalho falou do antigo dirigente Paulo Pereira Cristóvão que, entretanto fora expulso de sócio e desafiou-o a apresentar os documentos referentes a ilegalidades na transferência do japonês Tanaka.

“Não tenho paciência para ele e para esta coisa de andar a chantagear as pessoas. Se o senhor diz que tem documentos, que os apresente no sítio certo de uma vez por todas. Vá chantagear para o raio que o parta”, disse.

Na 37.ª Gala Rugidos de Leão, organizada pelo Museu do Sporting de Leiria, o presidente dos ‘leões’ estranhou que o clube seja “campeão em 54 modalidades”, mas falhe “por quase milagre” no futebol sénior.

“Chega. Queremos que ter as mesmas oportunidades dos outros. O Sporting tem de ser e vai ser respeitado até à última. Entrámos num momento de desenvolvimento que ninguém vai parar, porque deixámos de ter medo. Faço tudo o que tenho de fazer em defesa do Sporting Clube de Portugal”, afiançou.

Falando do propósito da gala, marcaram presença o treinador Jorge Jesus e os jogadores Rui Patrício, Sebastian Coates, Bas Dost e Daniel Podence, estes dois últims distinguidos com os troféus Rugidos de Leão.

Nuno Cristóvão (futebol feminino), Pedro Cary (futsal), Nélson Évora (atletismo), Jorge Sousa (andebol), Francisca Laia (canoagem), Luís Gonçalves (desporto adaptado), Rafael Lucas Pereira (rugby), Bode Abiodun (ténis de mesa), Rosa Duarte (funcionária) e o conjunto Supporting (música) foram também premiados.

 

Guilherme Freire Coelho

Alfacinha apaixonado pela vida e por futebol. Defendo-o como desporto, respeito-o pela vertente social e admiro-o como espectáculo. A bola, é mero instrumento para os "artistas" brilharem. Não escrevo sobre bola mas sim, sobre Futebol, sempre de forma transparente, com fair-play e....sem respeito pelo acordo ortográfico.....

Deixe uma resposta