Insólito: União da Madeira com site penhorado por ordem do Tribunal

É, no mínimo, insólito. O clube insular, União da Madeira, tem o seu site oficial inacessível, resultado de uma ordem judicial. O domínio foi penhorado pelo agente de execução, Filipe Cláudio, em cumprimento de uma ordem do Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa.

Ao aceder ao site do clube madeirense, o resultado é a seguinte imagem:

Segundo consta, o domínio do União da Madeira foi penhorado devido a uma dívida. O clube teve um processo em tribunal devido a uma dívida de 17 mil euros à Tecnovia, empresa de construção civil. A dívida era relativa ao arranjo de um veículo automóvel por parte da Tecnovia.

O clube acabou por perder o referido processo e, como não liquidou a dívida em causa, acabou alvo de uma penhora por parte do tribunal. Refira-se que esta dívida é anterior à chegada do atual presidente Filipe Silva e não foi reconhecida pelos atuais dirigentes.

O União da Madeira alegou em tribunal que não tem conhecimento da tal carrinha avariada e que não encontrou qualquer registo da mesma nos documentos existentes. O tribunal, no entanto, considerou irrelevante saber em que nome de que proprietário se encontrava o veículo e condenou o clube a pagar.

A partir daí a Tecnovia solicitou uma penhora como garantia de pagamento e o tribunal avançou nesse sentido. A penhora acabou por não recair sobre um bem, como costuma acontecer nestes casos, mas sobre o domínio do site oficial na internet, motivando este caso insólito no futebol português.

O União da Madeira espera ver resolvida esta questão dentro em breve.

André Fernandes

Licenciado em Ciências da Comunicação pela FCSH/NOVA. Madeirense, adepto de futebol e da escrita, marcar golos na vida e chegar o mais longe possível é um dos meus objetivos.

Deixe uma resposta