Expulsão de Simeone vale castigo que pode não ser cumprido

Na passada quarta-feira, o técnico do Atlético de Madrid foi expulso do encontro com o Sevilha (vitória dos andaluzes por 3-1), a contar para a Taça do Rei de Espanha. O Comité da competição aplicou ao treinador argentino uma suspensão de três jogos, justificada pelo comportamento do técnico, que aplaudiu a decisão do árbitro após ter recebido ordem de expulsão.

No entanto, os castigos da Taça do Rei não transitam para outras provas nacionais. Como os colchoneros foram eliminados, Diego Simeone poderá não cumprir o castigo, em caso de saída do comando do Atlético. Caso permaneça, cumprirá na próxima época.

Assim sendo, o técnico irá sentar-se no banco no próximo jogo do Atlético de Madrid, na receção ao Las Palmas, a contar para o campeonato espanhol. Os Colchoneros seguem na 2ª posição, 11 pontos atrás dos líderes Barcelona.

Marco Pereira

Amante do desporto, respira futebol e considera-o uma das suas grandes paixões. É licenciado em Línguas Aplicadas pela Universidade do Minho.

Deixe uma resposta