Jonas: “Renovei o meu contrato até Junho de 2019 e é quase impossível sair antes”

Jonas, avançado do Benfica, concedeu uma entrevista ao portal Yahoo Esportes onde abordou diversos temas relacionados com a sua carreira, nomeadamente referentes à sua ligação ao clube da Luz.

Sendo, atualmente, o melhor marcador (não só do campeonato nacional mas dos campeonatos europeus) com 25 tentos, Jonas afirmou ser o melhor momento da carreira e que, a cada temporada que passa, tem ficado mais contente e orgulhoso com os seus números alcançados.

O artilheiro brasileiro que acredita que os encarnados podem chegar ao título de campeão na presente temporada, apesar de um começo mais atribulado.

“Tenho a certeza de que pode ser campeão. Temos grandes probabilidades, porque o campeonato está renhido e faltam muitos jogos. O Benfica começou mal a temporada mas melhorou. E a gente sabe que, se o Benfica for campeão português, conseguirá apagar tudo de negativo que aconteceu na temporada.”

Questionado sobre a possibilidade de poder sair ainda esta época, nomeadamente para o futebol chinês de onde recebeu propostas, Jonas garantiu ser quase impossível sair antes de junho de 2019, altura até ao qual se encontra ligado contratualmente com as águias.

“Renovei o meu contrato até junho de 2019 e é quase impossível sair antes. Apareceram propostas interessantes, mas analisei juntamente com o clube e achei melhor ficar aqui. Financeiramente era algo muito bom, mas estou tão feliz aqui… trocar essa felicidade que sinto é muito difícil.”

Hoje, o meu pensamento é encerrar a carreira aqui, mas não posso garantir a 100%, porque o futebol é imprevisível. Sei lá: já passou pela minha cabeça jogar os últimos seis meses no Guarani, onde comecei a carreira. Também tenho um carinho especial pelo Grémio, mas não garanto uma equipa”, rematou Jonas.

Com o Mundial-2018 “à porta”, Jonas acredita ser possível vir a ser convocado por Tite naquela que é a maior competição ao nível de seleções nacionais.

“Acho que dá, até pelo momento muito bom que eu vivo. É óbvio que sei das dificuldades, mas o Tite disse em entrevistas que levaria aqueles que estão em alto nível nos seus clubes. Ele está a observar todos.”

De realçar que o avançado de 33 anos afirmou na entrevista continuar a sua carreira de jogador apenas enquanto se encontrar em alto nível.

“Enquanto estiver em alto nível, vou continuar. Não há uma data definida, mas confesso que não vou jogar até os 38-39 anos. O melhor é que estou bem fisicamente, sem sofrer lesões graves, jogando quase todas as partidas.”

 

 

 

 

André Fernandes

Licenciado em Ciências da Comunicação pela FCSH/NOVA. Madeirense, adepto de futebol e da escrita, marcar golos na vida e chegar o mais longe possível é um dos meus objetivos.

Deixe uma resposta