William aponta o caminho da vitória

O Sporting regressou ontem às vitórias , após vencer o Feirense por 2-0. William Carvalho e Fredy Montero apontaram os golos do triunfo. Num jogo que ficou marcado pelo desperdício leonino e pelas intervenções do Var.

Os leões entravam para este jogo a saber as vitórias dos seus adversários diretos, e que por esse motivo não podiam desperdiçar mais pontos. Nesse sentido, Jorge Jesus decidiu juntar Doumbia e Montero no ataque, com Bruno César e Bryan Ruiz na ala esquerda, em substituição dos castigados Coentrão e Acuña.

Os pupilos de Jorge Jesus entraram para este jogo com vontade de marcar e de resolver o jogo. E cedo começaram a criar perigo, e a falhar oportunidades, ora por culpa própria, ora por culpa das intervenções de Caio Seco. Doumbia, ao minuto 14 teve a primeira oportunidade leonina, no entanto não foi capaz de despentear o guarda-redes fogaceiro. Contudo, o marfinense ainda festejou à passagem do 19, golo que viria ser anulado minutos depois por uma alegada infração na jogada leonina.

Após este episódio o Sporting não baixou os braços e continuava a ter oportunidades para marcar: primeiro por Doumbia que cabeceou ao lado, depois por Mathieu, Bryan Ruiz e William Carvalho.

Com um leão balanceado para o ataque, o Feirense criava perigo através de jogadas de contra ataque, destaque para uma fantástica defesa de Rui Patrício ao minuto 30, após um remate de João Silva.

Ainda antes do intervalo os leões protestaram um penalty de Tiago Silva (32′), e depois viram Luís Ferreira assinalar uma mão de Flávio, lance corrigido pelo Var, uma vez que a bola bateu na cabeça do central.

À entrada para o segundo tempo, o Sporting não baixava os braços e continuava na busca pelo golo. Com as linhas mais abertas, o Sporting ia desperdiçando mais oportunidades, enquanto o Feirense tentava ameaçar em contra-ataque. No entanto, o tempo passava, e o resultado continuava a zeros. E nesse sentido, Jorge Jesus decidiu dar mais poder de fogo ao ataque, e colocar Rafael Leão em campo. Estreia do jovem avançado no campeonato, que aos 18 anos é um dos talentos a emergir no futebol nacional. Leão mostrou-se desinibido e foi após um remate seu, que Gelson enviou a bola para dentro da baliza, jogada no entanto anulada por claro fora de jogo.

E foi já com o estreante Lumor em campo, que os leões chegaram à vantagem. Já dizia o ditado, “tantas vezes a fonte vai ao cântaro, que alguma vez há-de partir”, e foi o que se sucedeu. Neste caso não há fontes, nem cântaros, mas depois de tantas oportunidades, o Sporting conseguiu chegar ao golo. Canto de Bruno Fernandes, confusão na grande área e William Carvalho, esclarecido aproveitou para dar vantagem aos leões. Explosão em alvalade, e estreia do capitão a marcar esta época. De destacar também, minutos antes outra grande intervenção de Patrício a remate de Edson Farias, enviando a bola ao poste.

O golo do conforto surgiu já em período de compensação por Montero, após um bela jogada entre Gelson Martins e Bruno Fernandes.

O Sporting regressa assim às vitórias, após duas derrotas seguidas com o Estoril e FC Porto.

Cristiana Pina

Licenciada em Comunicação Social pela ESEV. Sou uma pinhelense de gema que adora futebol e toda a magia que lhe é inerente. Escrever é uma das minhas grandes paixões.

Deixe uma resposta