Reviravolta no resultado permite Estoril-Praia respirar fora da linha de água

O Estoril-Praia, com uma cambalhota  no resultado, venceu ontem o Moreirense por 2-1, no encontro que colocou um ponto final na 22.ª jornada da I Liga. Os pupilos de Ivo Vieira somaram o terceiro triunfo consecutivo e com esta preciosa vitória, saíram da zona da despromoção, empurrando o Moreirense para a penúltima posição.

A equipa de Moreira de Cónegos ganhou tranquilidade quando à passagem do minuto 10, Tozé, inaugurou o marcador. Resultado que permitiu que as duas formações regressassem dos balneários com estratégias distintas.

Os pupilos de Sérgio Vieira, aos 54 minutos, por intermédio de Ângelo Neto, tiveram hipóteses de dilatar o marcador com uma oportunidade soberana, mas a cobrança do pontapé de penálti, levou o poste da baliza de Renan Ribeiro, negar-lhe o golo. Diz a regra que, quem não marca, arrisca-se a sofrer e, assim foi. Allano que havia entrado aos 66′, demorou mais seis até fazer o que melhor sabe, com alguma felicidade, igualou o marcador à passagem do minuto 72′, na tentativa de cruzar para a área, o desvio de Sagna traiu o guarda-redes Jhonatan Luiz.

O empate demorou apenas nove minutos, o juiz da partida Bruno Esteves, assinalou para a marca de pénalti, por falta de Ronaldo Peña sobre Lucas Evangelista, o médio Eduardo foi chamado a converter e assinou a reviravolta no marcador aos 84′.

A vitória permite ao Estoril, abandonar o último lugar e sair da zona de despromoção, sendo agora 14.º classificado com 21 pontos, enquanto o Moreirense baixa ao 17.º e penúltimo lugar, o primeiro abaixo da ‘linha de água’, com 19.

 

Fotografia: Octávio Passos / LUSA

Guilherme Freire Coelho

Alfacinha apaixonado pela vida e por futebol. Defendo-o como desporto, respeito-o pela vertente social e admiro-o como espectáculo. A bola, é mero instrumento para os "artistas" brilharem. Não escrevo sobre bola mas sim, sobre Futebol, sempre de forma transparente, com fair-play e....sem respeito pelo acordo ortográfico.....

Deixe uma resposta