Coentrão reage à suspensão: “Como é possível ter passado um jogo inteiro a ser insultado e agredido com isqueiros?”

Fábio Coentrão é baixa confirmada para a visita ao Tondela. O lateral foi castigado com um jogo de suspensão por cuspir na direção dos adeptos do FC Porto, quando se dirigia para o túnel de acesso aos balneários do Estádio do Dragão.

O castigo foi promulgado pela secção não profissional do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, por se tratar de um jogo referente à Taça de Portugal, recorde-se que o jogo  terminou com a vitória dos dragões por 1-0.

Nas redes sociais, o internacional português já reagiu demonstrando-se perplexo com a situação.

“Como é possível eu ter passado um jogo inteiro a ser insultado e agredido com isqueiros? Mais ainda: como é possível ter visto um cartão amarelo quando eu é que fui vítima de agressão por um adversário que me pôs o dedo num olho? Ter visto outro adversário a atirar a bola contra mim noutro lançamento lateral? E, para cúmulo, ter de passar por um túnel recolhido (quando me dirigia aos balneários após ser substituído) e ser sujeito a novos insultos, cuspidelas e agredido com o arremesso de isqueiros, numa clara falha grave de segurança que viola os regulamentos, porque o túnel, nestes casos, tem de ser aberto para protecção dos atletas?”.

Fábio Coentrão demonstra-se também revoltado pelos comportamentos antidesportivos levados a cabo pelos adeptos. “Perante tudo isto só eu é que sou castigado com um jogo de suspensão? E nada acontece a quem tem estes comportamentos antidesportivos e grosseiros? Já para não falar num certo senhor que tão mal anda a fazer ao nosso futebol que tem o descaramento de dizer que eu não sou exemplo para ninguém”, contesta o lateral.

“Querem melhor exemplo do que ter vindo do nada, ter subido a pulso e ter conquistado tudo o que já consegui conquistar”, destaca referindo que vai “lutar até ao final com todas as suas forças”.

Cristiana Pina

Licenciada em Comunicação Social pela ESEV. Sou uma pinhelense de gema que adora futebol e toda a magia que lhe é inerente. Escrever é uma das minhas grandes paixões.

Deixe uma resposta