Leão volta a sorrir nos minutos finais, mas perde Gelson para o clássico

O Sporting conseguiu ontem um triunfo suado diante o Moreirense por 1-0. Gelson Martins, um dos melhores jogadores em campo apontou o único golo da partida, viu o segundo amarelo por tirar a camisola e falha visita ao Dragão.

O jogo começou com várias surpresas do lado dos leões. Um surto gripal retirou William e Fábio Coentrão da convocatória, que também já havia tirado Ristovsk pelo mesmo motivo. Sem Bas Dost e Piccini por lesão foram muitas as surpresas no onze leonino. Petrovic foi titular pela primeira vez em 2018; André Pinto substitui o castigado Mathieu; Acuña e Battaglia assumiram as laterais, com Gelson, Bruno Fernandes e Bryan Ruiz  mais adiantados, no apoio aos homens da frente: Doumbia e Montero.

A equipa de Jorge Jesus demorou algum tempo a encontrar-se com as alterações e os primeiros minutos de jogo foram de bastante equilíbrio. Contudo com o avançar do tempo o Sporting conseguiu sobrepor a sua qualidade conseguindo criar algumas oportunidades claras de golo. Primeiro por Doumbia, depois por Bruno Fernandes e André Pinto.

O Moreirense optou por jogar com um ataque móvel, sendo Bilel, o jogador que mais aparecia na zona central. Um meio campo forte e que procurava contrariar o jogo leonino. Os leões por seu turno apresentavam um futebol lento e previsível, e por isso a primeira jogada de perigo surgiu à passagem do minuto 15, por Bruno Fernandes após passe de Doumbia. E tivemos de esperar mais quinze minutos para se ver outra oportunidade: primeiro por Gelson e depois por Bryan Ruiz. O costarriquenho que já nos minutos finais da partida viu André Pinto cabecear ao lado da baliza de Jonathan, após um bom cruzamento seu.

Apesar do Sporting ter entrado mais forte na segunda parte, foi o Moreirense quem conseguiu chegar ao golo por Biel. Lançado por Tozé, o extremo  franco-argelino atirou para o fundo das redes de Rui Patrício, contudo lance foi invalidado porque o Bilel tinha dominado a bola com o braço. Respirava-se de alívio em Alvalade. No entanto, momentos a seguir novo susto por André Micael. O central português tentou de livre inaugurar o marcador para os Cónegos, mas Rui Patrício com uma grande defesa manteve a baliza leonina inviolável.

Tudo se complicou para os leões  ao minuto 61,  Petrovic vê mal um o segundo amarelo por falta sobre Zizo. Expulsão injusta que coloca a equipa liderada a jogar com 10 pela jornada consecutiva. Antes já Jesus havia feito entrar o jovem avançado Rafael Leão com troca direta por Montero. Perante esta expulsão, o técnico verde e branco mexe no “tabuleiro” e faz entrar Misic por troca com Bryan Ruiz. Estreia absoluta do médio croata com as cores leoninas.

Com um jogo partido, a equipa de Moreira de Cónegos levava uma ligeira vantagem em termos de posse de bola, mas sem conseguir criar grande perigo junto da área. O Sporting chegou ao golo já em período de compensação, e num momento em que já havia “muito coração e pouca cabeça”.  Rafael Leão segura a bola, passa para Gelson que fuzila a baliza guardada por Jonathan. Explosão de alegria em Alvalade que sofreu um enorme “resfriamento” no momento a seguir. Gelson num ato irreflexivo tira a camisola para demonstrar uma mensagem de apoio a Rúben Semedo. Ora o estremo,  no calor do momento esqueceu-se que já tinha um cartão amarelo, é expulso e falha a visita ao terreno do FC Porto.

No entanto, o Sporting conseguiu o mais importante, a vitória e continua assim na luta pelo campeonato nacional. Recorde-se que na próxima jornada os leões visitam o FC Porto, jogo agendado para a próxima sexta-feira pelas 20h30, no estádio do dragão.

 

 

Cristiana Pina

Licenciada em Comunicação Social pela ESEV. Sou uma pinhelense de gema que adora futebol e toda a magia que lhe é inerente. Escrever é uma das minhas grandes paixões.

Deixe uma resposta