Taça de Portugal: Benfica é o clube menos vezes vítima de tomba-gigantes

A festa da Taça retorna já hoje no duelo entre Sertanense e Benfica. É exatamente o clube da Luz que menos caiu frente a equipas de divisões secundárias.

Todos os anos, alguns clubes de outras divisões recebem a oportunidade de defrontar equipas de topo do futebol português e sonham em escrever o seu nome na história da competição. Esta época, calhou a Sertanense, Loures e Vila Real, essa oportunidade de fazer história.

Para isso, estas três humildes equipas vão ter de eliminar um dos grandes, o que já não acontece há mais de dez anos: a última vez foi em 2006/07, quando o Varzim, da II Liga, eliminou o Benfica com uma vitória por 2-1.

O FC Porto foi o “grande” que mais vezes tombou, num total de seis eliminações por equipas das divisões secundárias. O Benfica foi o que caiu menos vezes: apenas três. Os leões foram eliminados por tomba-gigantes em quatro ocasiões.

No que toca a equipas da primeira liga, ninguém foi tantas vezes eliminado por equipas inferiores como o V. Guimarães (17 vezes), seguindo-se da Académica (15 vezes), Marítimo (11 vezes) e V. Setúbal (10 vezes). São estes clubes com maiores desilusões.

Em relação aos clubes que desempenharam tais feitos, o Gil Vicente, com 10 eliminações, é o clube que mais vezes se vestiu de tomba-gigante. Famalicão e Desp. Aves estão atrás com nove eliminações.

Ricardo Oliveira

Oriundo da mesma terra do melhor jogador do mundo, a paixão pelo futebol não podia ser maior. Licenciado em Ciências da Comunicação na FCSH, gosta de escrever e está sempre de braços abertos a novos projetos.

Deixe uma resposta