Mourinho explica derrota do Chelsea frente ao Arsenal: “É uma equipa fácil de analisar”.

José Mourinho esteve este sábado ao serviço da BeIN SPORTS a comentar o dérbi londrino entre Arsenal e Chelsea.

Nos comentários ao encontro, que terminou com a vitória dos Gunners por 2-0, o treinador português deu a sua opinião sobre os Blues e o papel de Jorginho no esquema de Sarri.

Não estou a dizer que o Chelsea é uma equipa fácil de defrontar, mas acho que é uma equipa fácil de analisar. Sabe-se os seus princípios e as suas situações fundamentais.” – disse o técnico.

Quando questionado acerca do modelo do Chelsea e se ao se anular o jogo de Jorginho, se anula o jogo do Chelsea, Mourinho respondeu desta forma:

Eu acho que isso (anular Jorginho) cria muitas dificuldades para eles na primeira fase de construção. Se fechares o lado esquerdo, de David Luiz e Marcos Alonso, e levares a bola para o seu lado direito, é mais difícil para eles. O Kanté está a jogar numa posição onde faz mais investidas ofensivas do que recuos para construção na primeira fase.”

O Sarri, da mesma forma que fazia no Nápoles, gosta que o Jorginho recue para entre os centrais, mas hoje o Ramsey está a jogar naquela posição fundamentalmente para tentar impedir o Jorginho de jogar.”

Sobre o médio ex-Nápoles, o José Mourinho acrescentou:

Lembro-me que quando os defrontei (ao serviço do Man United), tínhamos uns dados que diziam que o Jorginho era o jogador com mais toques na Premier League. E se ele é o jogador com mais toques, temos de fazer com que seja o jogador com menos toques.”

 

Marco Pereira

Amante do desporto, respira futebol e considera-o uma das suas grandes paixões. É licenciado em Línguas Aplicadas pela Universidade do Minho.

Deixe uma resposta