De 18 para 16. A FPF quer avançar com a redução das equipas da 1ª Liga

Depois de, na quinta-feira, ter reunido com os presidentes dos clubes que atuam no primeiro escalão português, a Federação Portuguesa de Futebol destaca a principal prioridade: tornar a 1.ª Liga mais competitiva. O objetivo passa por fazer Portugal subir no ranking da UEFA, permitindo que duas equipas portuguesas entrem diretamente para a Liga dos Campeões.

Segundo conta o “Record”, um dos caminhos discutidos que vão de encontro à prioridade sublinhada, passa pela redução do número de equipas na 1ª Liga de 18 para 16, o que iria retirar quatro jornadas à competição. De acordo com os mesmos, “uma Liga com menos participantes permitirá uma mais flexibilidade na calendarização, visto que há o desejo de fazer com que as equipas que disputam rondas europeias em semanas consecutivas não tenham jogos internos no fim de semana entre essas partidas”.

Em estudo, também parece estar a reestruturação das competições internas, mais especificamente a Taça da Liga, que poderá vir a ser extinta.

Ricardo Oliveira

Oriundo da mesma terra do melhor jogador do mundo, a paixão pelo futebol não podia ser maior. Licenciado em Ciências da Comunicação na FCSH, gosta de escrever e está sempre de braços abertos a novos projetos.

Deixe uma resposta