Benfica de Bruno Lage perto de ser o conjunto mais goleador do século XXI

Desde que chegou ao comando das águias, Bruno Lage transformou por completo todo o futebol do Benfica. Desde a melhoria do jogo ao ressurgimento de “proscritos”, passando pela promoção de alguns “miúdos”, o efeito tem sido extremamente positivo e proveitoso.

Algo que também veio com Bruno Lage foram golos. Muitos golos. Sob o comando do técnico setubalense, os encarnados fizeram 50 golos em apenas 18 jogos, números brutais quando comparados com os de Rui Vitória (55 golos em 31 jogos). Assim, à data de hoje (27 de março de 2019), o Benfica tem um registo de 105 golos marcados em 49 jogos disputados.

Como se vê pela tabela, as duas épocas mais prolíferas em termos de golos foram com Jorge Jesus ao leme, em 2009/2010 e em 2012/2013, surgindo a primeira época de Rui Vitória (2015/2016) na terceira posição. Em todas elas, o registo de golos ao jogo 49 era superior à de Bruno Lage. Contudo, Bruno Lage tem a seu favor os jogos que faltam disputar e a sua média de golos.

Olhando para o calendário, o Benfica tem ainda, no mínimo, 11 encontros para jogar e, a nível de golos, tem uma média de 2,78 golos por partida com Bruno Lage. Mantendo a média, os encarnados farão ainda mais 30 golos até final. Assim sendo, e com uma distância de 19 golos para o que é o máximo do século, dificilmente não ultrapassarão aquela marca de 124 golos, pelo que este Benfica de 2018/2019 será, muito provavelmente, o Benfica mais concretizador do século XXI.

 

Marco Pereira

Amante do desporto, respira futebol e considera-o uma das suas grandes paixões. É licenciado em Línguas Aplicadas pela Universidade do Minho.

Deixe uma resposta