“Com Rui Vitória seria sempre a terceira opção”

Depois da temporada a titular na Luz, o guardião português, agora cedido ao Ajax até ao final da época, deu uma entrevista ao Record na qual falou sobre a adaptação ao clube holandês e de vários assuntos relacionados com o universo benfiquista.

Entre muitos assuntos, Bruno Varela abordou sua saída dos encarnados no mercado de inverno depois de, num curto espaço de tempo, ter deixado ser a primeira opção da baliza encarnada.

“Eu estava para sair do Benfica. Era do conhecimento de todos que havia propostas de Inglaterra, França e também de outros países, mas por várias razões as coisas não se concretizaram. Aquilo que o míster (Rui Vitória) me disse foi que, como não tinha a certeza de que eu ficasse, na pré-época só daria tempo de jogo aos outros dois. (…) Penso que foi antes do primeiro jogo com o Fenerbahçe que ele me disse que, se ficasse, seria como terceira opção”, recordou o guardião.

Varela também falou acerca do crescimento de João Félix e do percurso da equipa desde a chegada de Bruno Lage, velho conhecido.

«O que me surpreende é que ele estava a ser o mesmo Bruno Lage que tinha conhecido nos sub-14 ou sub-16. Ele acredita mesmo na ideia que tem e transmite isso. Dá confiança. Agora, o que mudou é que as ideias dele encaixam muito bem na equipa», afirmou.

Sobre Félix… “Desde o ano passado, em que ele treinava connosco, entre nós, dizíamos que seria um jogador top top”, revelou o guarda-redes.

Ainda vinculado ao Benfica, o guarda-redes vê co bons olhos um eventual regresso às águias, embora garanta estar feliz em Amesterdão.

Ricardo Oliveira

Oriundo da mesma terra do melhor jogador do mundo, a paixão pelo futebol não podia ser maior. Licenciado em Ciências da Comunicação na FCSH, gosta de escrever e está sempre de braços abertos a novos projetos.

Deixe uma resposta