Reviravolta encarnada devolve a liderança

O Benfica deu, no dia de hoje, mais um passo em direção à conquista do campeonato. Num jogo em que os encarnados entraram a perder, a equipa conseguiu dar a volta ao resultado ainda antes do intervalo e rumou a uma segunda parte tranquila onde conseguiu vencer o jogo por 1-4. Seferovic por duas vezes, Pizzi e André Almeida fizeram os golos dos vice-campeões nacionais. Sturgeon faturou para o Feirense.

Antevia-se mais uma batalha complicada para o Benfica. A equipa deslocava-se a Santa Maria da Feira para defrontar uma equipa do Feirense desesperada por pontos. O início do jogo correspondeu às expetativas. A formação de Bruno Lage entrou dominante no jogo. Tinha bola e apresentou alguns lances com uma boa dinâmica ofensiva. No entanto, encontrou pela frente uma equipa do Feirense muito bem organizada.

O pouco espaço dado aos homens criativos do Benfica resultava em perdas de bola em zonas perigosas e o contra-golpe fogaceiro mostrava-se difícil de parar. À passagem do minuto 10, balde de água fria para a esmagadora maioria de adeptos benfiquistas que se encontrava no Estádio Marcolino de Castro. Edson Fárias cruzou largo e ao segundo poste Fábio Sturgeon colocou o Feirense em vantagem.

O Benfica procurou responder, mas os comandados de Filipe Martins não deixavam. Aos 20 minutos, festejou-se o 2-0 para o Feirense, mas o golo foi anulado por fora de jogo de Briseño.

As dificuldades encarnadas em furar a defensiva contrária eram visíveis e só através de um pontapé de grande penalidade é que o Benfica chegou ao empate. Falta de Aly Ghazal sobre Pizzi, e o próprio não perdoou. Bola para um lado, Caio Secco para o outro e estava feita a igualdade. Estavam decorridos 40 minutos.

Ainda antes do intervalo, o Benfica conseguiu virar o jogo. Através de um pontapé de canto, Samaris cabeceou para André Almeida consumar a reviravolta. De repente, o mais difícil estava feito.

E se o final da primeira parte tinha sido fantástico para as hostes encarnadas, o início da segunda não ficou nada atrás. Nem 5 minutos tinham passado e Seferovic matou o jogo. Uma falha de comunicação incrível por parte de Caio Secco e Bruno Nascimento permitiu ao avançado suíço aumentar a vantagem e garantir a vitória.

Este golo assumiu-se como um ponto chave no jogo. Após o mesmo, a vitória dos da capital nunca esteve em risco. A equipa passou a gerir o jogo e o Feirense não tinha capacidade para chegar à baliza de Vlachodimos. A formação que tantos problemas tinha causado na primeira parte tinha desaparecido e o conforto do Benfica no jogo não mais foi perturbado.

Até ao final do jogo o único ponto de destaque foi o segundo golo de Seferovic na partida. Cruzamento de Grimaldo e cabeceamento do avançado helvético a fechar as contas do marcador. 1-4 foi o resultado final.

Mais 3 pontos importantes para o Benfica. Apesar da primeira parte menos conseguida, a equipa conseguiu dar a volta por cima e fica mais perto do título. Para o Feirense, a vida continua a não estar nada fácil e é uma questão de tempo até a Segunda Liga se tornar uma realidade.

Daniel Sousa

Nascido e criado na Ilha da Madeira e neste momento a estudar Ciências da Comunicação na FCSH. Com um gosto enorme pelo futebol e pela escrita, está sempre aberto a novos desafios.

Deixe uma resposta