Argélia e Senegal marcam confronto na final da CAN

Senegal e Argélia garantiram este domingo a passagem à final da Copa Africana das Nações após vencerem a Nigéria e a Tunísia, respetivamente. O encontro está marcado para a próxima sexta-feira.

A equipa do Senegal foi mesmo a primeira a garantir a passagem àquela que será a sua segunda final da história. A equipa liderada pelo extremo do Liverpool, Sadio Mané, entrou em campo pelas 17h frente à Tunísia num encontro que até teve direito a duas grandes penalidades e prolongamento.

Após uma primeira parte disputada, a formação da Tunísia foi a primeira a assustar com uma grande penalidade a seu favor que foi desperdiçada por Ferjani Sassi ao minuto 75. Cinco minutos depois, foi a vez do médio senegalês Henri Saivet desperdiçar também uma penalidade.

Findados os 90 minutos, o resultado não andava e ninguém conseguia marcar aos adversários, de tal modo que foi necessário um auto-golo do central Dylan Bronn (Tunísia) ao minuto 100 para garantir a passagem do Senegal à final.

Já o embate entre Argélia e Nigéria teve também emoção até ao último segundo. Os argelinos começaram também a ganhar ao minuto 40 com um auto-golo do central nigeriano William Ekong. Já na segunda parte, Odion Ighalo empatou de penalti para a Nigéria ao minuto 72, mas não ficaria por aqui o encontro. Quando já tudo apontava para mais um jogo com prolongamento, o extremo e estrela argelina Riyad Mahrez (Manchester City) marcou o golo da vitória aos 90+5.

A final está marcada para sexta-feira pelas 20h, enquanto que o jogo do 3º/4º lugar para quarta-feira pela mesma hora.

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.

Deixe uma resposta