Aí estão todos os premiados da Gala Quinas de Ouro

A Gala Quinas de Ouro – gala levada a cabo pela Federação Portuguesa de Futebol, a Associação Nacional dos Treinadores de Futebol e o Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol, que premeia os melhores atletas, treinadores e equipas do ano das modalidades de futebol, futsal e futebol de praia em Portugal – decorreu esta segunda-feira no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa. 

Entre os grandes vencedores desta 4ª edição das Quinas de Ouro contam-se personalidades como Bruno Lage, Fernando Santos, Cristiano Ronaldo e Ricardinho.

Fique com o resumo dos vários prémios atribuídos:

Jogador do Ano – futebol masculino:

O principal prémio da noite foi novamente para Cristiano Ronaldo. Na altura de agradecer, o astro português não esqueceu o seu antigo mentor, Sir Alex Ferguson, nem… o Sporting.

Depois da Catarina e do Bruno Lage… Tenho que caprichar! A mensagem do Sir Alex Ferguson, ficou como um pai para mim no futebol. É sempre um privilégio gostam de mim com pureza e sentimento. Houve tantos momentos bonitos esta noite. Tenho que falar numa parte que não podemos esquecer. Este mundo é tão rápido. Não posso deixar de frisar que o ano de 2018 foi extremamente complicado a nível pessoal. Nunca se deixem influenciar pela imprensa. Sejam sempre sérios nos vossos sonhos e nunca deixem as pessoas puxar-vos para baixa. Vão para a cama e pensam que um dia vão ser alguém na vida. Muito obrigado à FPF, ao míster Fernando Santos, ao presidente e aos companheiros da seleção. Também gostava de referir que gostava que o Sporting ganhasse um prémizinho, vamos lá!

 

Treinador do Ano – futebol masculino:

O prémio de melhor treinador do ano de futebol masculino foi atribuído a um estreante nestas andanças. Bruno Lage, técnico do Benfica, venceu este prémio depois de ter liderado as águias na segunda metade da temporada passada ao título de campeão nacional. Na hora do discurso, não esqueceu os outros nomeados.

A minha primeira palavra tem de ser para os outros nomeados. Podem não saber, mas tenho um passado em comum com eles. Eu era o treinador de juniores, enquanto Fernando Santos era o treinador da equipa sénior, e não lhe consegui ganhar. Nessa altura, o Paulo Fonseca era o treinador de juniores do Estrela de Amadora e também não consegui vencer. O Vítor Oliveira também joguei com a equipa B e quem é que lhe consegue vencer? (risos)”

“Quero dedicar às que pessoas que têm sonhos. Lutem pelos vossos, mas de uma maneira muito própria. Não tenham inveja de ninguém, não olhem para o lado. Se eu consegui abraçar o meu sonho, qualquer um de vós pode conseguir

 

Equipa do Ano – futebol masculino:

Luís Filipe Vieira subiu ao palco para receber o prémio de equipa do ano de futebol masculino e destacou o trabalho realizado no Seixal:

Este é um prémio que nos enche de grande orgulho. É um prémio que tem como base o Caixa Futebol Campus, é um prémio que premeia o paradigma da formação, iniciado por Rui Vitória e dado seguimento por Bruno Lage. O Benfica foi efectivamente o melhor.

Este prémio para toda a família benfiquista que arrastou a equipa para o título, mesmos nos momentos menos bons. Calhou o Benfica, mas também poderia ter ganho a nossa seleção.

Treinador do Ano – formação:

Mário Silva (FC Porto Juniores A em 18/19) venceu o prémio de treinador do ano da formação depois da sua equipa ter conquistado a UEFA Youth League (a Liga dos Campeões dos mais novos) e o título de campeão nacional no seu escalão.

 

Equipa do Ano – futebol feminino:

Benfica

 

Jogadora do Ano – futebol feminino:

Jéssica Silva (Lyon)

 

Treinador do Ano – futebol feminino:

Miguel Santos (SC Braga) recebeu o prémio de treinador do ano de futebol feminino depois da sua equipa ter sido campeã nacional em 2018/19. “É uma hora enorme poder receber esta distinção”, destacou o técnico que dedicou o prémio às suas jogadoras.

 

Jogador do Ano – futsal masculino:

Ricardinho (Inter Movistar)

 

Treinador do Ano – futsal masculino:

Joel Rocha (Benfica)

 

Equipa do Ano – futsal masculino:

Benfica

 

Jogadora do Ano – futsal feminino:

Fifó (Benfica)

 

Treinador do Ano – futsal feminino:

Luís Conceição (Seleção Nacional de futsal)

 

Equipa do Ano – futsal feminino:

Benfica

 

Jogador do Ano – futebol de praia:

Madjer (Sporting)

 

Equipa do Ano – futebol praia:

Seleção Nacional A

 

Prémio Platina:

Fernando Santos

 

Prémio Vasco da Gama:

Sporting (futsal)

SC Braga (futebol de praia)

FC Porto (sub-19)

 

Prémio Prestígio:

Jesualdo Ferreira

 

Prémio Presidente:

Catarina Furtado

 

11 do ano Liga 2018/19: 

Foi ainda escolhido o 11 do ano da Liga NOS em 2018/19. Entre os escolhidos contam-se quatro jogadores do FC Porto, seis do Benfica e um do Sporting

Iker Casillas (F. C. Porto), Éder Militão (F. C. Porto), Rúben Dias (Benfica), Alex Telles (F. C. Porto), Grimaldo (Benfica), Danilo Pereira (F. C. Porto), Pizzi (Benfica), Bruno Fernandes (Sporting), Rafa Silva (Benfica), Seferovic (Benfica) e João Félix (Benfica)

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.

Deixe uma resposta