Brahimi sobre a hipótese Benfica: “Há coisas mais importantes que o dinheiro”

Brahimi, antigo extremo do FC Porto concedeu uma entrevista ao diário desportivo “O Jogo“, onde abordou a sua saída da Invicta. Afirmou terem sido “as cinco temporadas mais importantes da minha carreira e vão ficar marcadas em mim para sempre. A única coisa que lamento foi não ter ganho mais títulos com o FC Porto.

O extremo argelino que jogou cinco temporada de dragão ao peito, saiu a custo zero e falou, pela primeira vez, da sua saída e considerou que a escolha pelo Al-Rayyan foi complicada. “Al-Rayyan? Explicar isso numa resposta é complicado, porque não se pode dizer tudo. Mas foi uma escolha pessoal. Queria viver de outra forma pela minha família e pelos meus filhos.”

O jogador de 29 anos abordou ainda os rumores que, na altura, o colocaram na órbita dos rivais do FC Porto, o Benfica, desmentindo qualquer proposta por parte das águias: “Proposta? Não é verdade. Para mim, o Benfica era uma questão que nem se colocava. Fiquei adepto do FC Porto e, sinceramente, há coisas mais importantes que o dinheiro. Claro que nunca podemos dizer nunca, porque não podemos esquecer que somos profissionais e não devemos misturar as coisas (…) Na minha situação tinha várias propostas, mas a haver uma do Benfica nunca seria a que teria escolhido.

Brahimi deixou ainda rasgados elogios ao seu antigo treinador, Sérgio Conceição, bem como à cidade do Porto. Confidenciou ainda manter contacto com muitos dos seus antigos companheiros de equipa.

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.

Deixe uma resposta