Portimonense vai fazer queixa relativa à arbitragem do jogo contra o FC Porto

Theodoro Fonseca, acionista maioritário da SAD do Portimonense, anunciou esta segunda-feira numa entrevista à Rádio Renascença que irá avançar com uma queixa junto da Liga de Clubes. Em causa está o desempenho do árbitro Rui Costa no jogo deste domingo que terminou com a vitória do FC Porto por 2-3.

Segundo o acionista o momento chave da má exibição do juiz da partida foi a grande penalidade assinalada ao minuto 23 a favor dos azuis e brancos. Rui Costa assinalou penalti a favor dos dragões por alegada mão na bola após o lance ter sido analisado pelo VAR. Alex Telles viria a concretizar a oportunidade, fazendo, na altura, o 0-1.

Theodoro Fonseca reforça na entrevista que esta queixa não surge devido à derrota dos algarvios. “Nós vamos fazer reclamação em prol do futebol português“. Segundo este, o erro em causa “não foi humano“, mas sim “um erro do VAR, um erro coletivo.

É muito claro. A bola não toca na mão, mas no peito. O VAR dá o penálti e fico muito triste porque é uma situação que já não depende só de nós. Dependemos da parte extra campo“, conclui o empresário.

Theodoro Fonseca termina afirmando que, na sua opinião, o Portimonense foi claramente prejudicado pela equipa de arbitragem: “O Portimonense é muito pequenino para incomodar alguém. Eu sei perder, sempre fui justo, mas se alguma coisa prejudicar o futebol português ou o Portimonense eu dou a cara. Eu não estou aqui porque perdi com o Porto. Não jogámos nada na primeira parte, nada, mas não podemos ser prejudicados pela arbitragem e pelo VAR também

Fique com o lance:

 

Fonte da imagem: SAPO Desporto

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.

Deixe uma resposta