João Mário dá o mote para facilitar a tarefa do Benfica diante o Zenit

João Mário actualmente ao serviço do Lokomotiv Moscovo, enfrentou no passado fim de semana, o adversário das águias, no grupo G da Liga dos Campeões e deixou algumas indicações para “facilitar” a tarefa aos pupilos de Bruno Lage.

Em declarações ao jornal “Record”, o internacional português vincou: “Se o Benfica conseguir pará-lo (Dzyuba), consegue anular 70 a 80% do jogo do Zenit. Ele é um grande jogador, um grande avançado, e é também a referência da equipa. Ele e o jogador iraniano, Sardar Azmoun, combinam muito bem. Se o Benfica conseguir anular esses dois, principalmente o Dzyuba, que alimenta o jogo do Zenit, é meio caminho andando”

O antigo jogador dos leões adiantou ainda que: “O Zenit começou bem a Liga dos Campeões com um empate em Lyon. É uma equipa experiente com o Ivanovic e o Zhirkov que são jogadores de seleção, e com grande experiência. O Benfica tem de fazer uma partida taticamente perfeita. O principal é anular Dzyuba”

 

Dzyuba é na opinião de João Mário, o homem mais influente no processo ofensivo do Zenit

 

O Sport Lisboa e Benfica defronta amanha o Zenit, em jogo a contar para a segunda jornada do Grupo G da Liga dos Campeões. As águias vêm de uma derrota em casa diante o Leipzig, já os russos, contabilizam um ponto fruto do empate em França, com o Lyon.

 

Guilherme Freire Coelho

Alfacinha apaixonado pela vida e por futebol. Defendo-o como desporto, respeito-o pela vertente social e admiro-o como espectáculo. A bola, é mero instrumento para os "artistas" brilharem. Não escrevo sobre bola mas sim, sobre Futebol, sempre de forma transparente, com fair-play e....sem respeito pelo acordo ortográfico.....

Deixe uma resposta