Pizzi é o médio mais influente da Europa

O início de época do médio português Pizzi no Benfica tem sido destaque pela sua veia goleadora, sendo já este o melhor marcador da equipa com treze golos. Contudo, o jogador também surge nos primeiros lugares ao nível das assistências, o que o torna mesmo o médio com melhor média de participação em golos nos dez principais campeonatos europeus. 

O internacional português soma já 13 golos na presente temporada – dois na Supertaça, oito no campeonato nacional, dois na Taça de Portugal e um na Liga dos Campeões – aos quais se juntam ainda seis assistências.

Quer isto dizer que o atleta já contribuiu para 19 golos das águias esta temporada, o que adquire ainda mais importância se tivermos em conta que no total o Benfica marcou 39 golos até agora em 2019/20. Feitas as contas, Pizzi participou em quase metade dos golos do Benfica esta época (48,7%).

Estes números tornam mesmo o médio do Benfica como o mais influente, ou seja, com melhor média de participação em golos nos dez principais campeonatos europeus.

Estes 13 golos e seis assistências em 17 partidas fazem com que Pizzi tenha uma média de 1,12 ações decisivas por jogo, sendo o único nos campeonatos europeus com uma média superior a um golo/assistência por jogo.

Atrás do médio do Benfica na lista de médio mais influentes na Europa surgem Bruno Fernandes (0,88) do Sporting, Van de Beek (0,86) do Ajax, Lednev (0,83) do Zorya e De Bruyne (0,80) do Manchester City.

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.

Deixe uma resposta