Jogo de loucos e Sporting triunfante em Portimão

O Sporting deslocou-se ao terreno do Portimonense na última jornada da Taça da Liga, encontrando-se ambas as equipas no grupo C. João Pinheiro arbitrou a partida.

A equipa titular de Silas foi: Luis Maximiliano, Ristovski, Sebastián Coates, Jérémy Mathieu, Acuña, Bruno Fernandes, Doumbia, Wendel, Rafael Camacho, Bolasie, Vietto.

O Portimonense de António Folha começou a partida com: Gonda, Anzai, William Rocha, Júnior Tavares, Rodrigo, Frenando Medeiros, Dener, Lucas Fernandes, Pedro Sá, Jackson Martínez, Aylton Boa Morte.

Ambas as equipas tinham chances de se qualificarem para as meias finais da competição à entrada para esta partida, dependendo do outro resultado do grupo, pois os líderes à entrada para esta ronda era o Rio Ave, que defrontou o Gil Vicente.

Um início desastroso para os leões viu o Sporting em desvantagem por dois golos à passagem da primeira meia hora de jogo, penalti convertido por Jackson Martínez aos 16 minutos e autogolo de Mathieu aos 31. Uma boa entrada do Portimonense materializava-se no resultado com alguma sorte à mistura.

Luciano Vietto reduziu aos 37 minutos, com um cabeceamento eficaz, assistido pelo homem do costume, Bruno Fernandes, pondo o Sporting mais perto de igualar o resultado.

Antes do fim da primeira parte, o cenário piorou para a equipa de Silas, Bolasie expulso polemicamente, vendo o seu segundo amarelo na partida. Recorde-se que nesta fase da competição, o VAR não pode intervir.

No segundo tempo, Silas apostou em Gonzalo Plata e Luiz Phellype, para os lugares dos defesas Ristovski e Doumbia, aumentando o volume ofensivo do Sporting.  Apesar de se ver em apuros várias vezes face a boas oportunidades do Portimonense, os leões estavam cada vez mais perto do golo.

Chegou por fim, aos 77 minutos, brilhante jogada individual de Rafael Camacho que finalizou com classe o golo do empate, assistido por Sebastián Coates.

Do lado do Portimonense, António Folha colocou Bruno Tabata para o lugar de Fernando Medeiros à passagem da hora de jogo, e Marlos Moreno para o lugar de Aylton Boa Morte, logo após o golo do empate. A última substituição do Sporting chegou aos 83 minutos, Battaglia rendeu Wendel e no minuto seguinte, o Sporting adiantou-se na partida.

Golo de Gonzalo Plata aos 84 minutos da partida, num contra ataque rápido, onde Bruno Fernandes fez a sua segunda assistência da partida, isolando o jovem extremo na cara de Gonda, que não desperdiçou a oportunidade.

Iury entrou para o lugar de Dener no Portimonense, aos 88 minutos, com a equipa algarvia a tentar desesperadamente repor a igualdade na partida.

Chegou no último lance da partida, aos 95 minutos, o último golo. Luciano Vietto assistiu Luiz Phellype para o 4-2 da partida, consumando-se a reviravolta sportinguista a jogar com menos um elemento e o fim de um jogo verdadeiramente sensacional.

No outro resultado do grupo, o Rio Ave perdeu em casa diante do Gil Vicente, beneficiando a equipa de Alvalade que passa assim à próxima fase do grupo, com seis pontos, mais dois que o Rio Ave.

 

Créditos imagem: ABOLA

José Horta

Não nasci a gostar de futebol, mas quando comecei nunca mais quis outra coisa. Algarvio de nascença mas adepto do futebol para além daquele que se joga na praia. Sempre atento aos contornos e novidades do "Desporto Rei", "Beautifull Game" ou lhe quiserem chamar. Aluno universitário de Ciências da Comunicação na FCSH.