Dragões nunca tinham terminado a jornada 17 tão longe do primeiro lugar

Terminou este fim-de-semana a 17ª jornada da Liga NOS e, consequentemente, a primeira volta do campeonato. Feitas agora as contas, nunca o FC Porto terminou esta jornada tão longe do primeiro lugar na era dos três pontos.

Desde 1995/96 – altura em que as vitórias passaram a valer três pontos – os azuis e brancos têm vindo a ser consistentes e sempre lutaram pelos primeiros lugares, sendo campeões por diversas vezes. Contudo, na temporada 2009/10, tiveram o seu pior registo, quando na 17ª jornada, de um total de 30 (quando ainda eram apenas 16 equipas na primeira divisão), se encontravam a seis pontos dos dois primeiros classificados, o Benfica e o Sporting de Braga.

Avançando no tempo para quando a liga passou a ter 18 equipas, os dragões voltaram a estar a seis pontos do líder, no final da primeira volta neste caso, em 2014/15, atrás do Benfica de Jorge Jesus, que tinha na altura 46 pontos.

Nas outras seis temporada em que não atingiu a 17ª jornada na liderança, desde 1995/96, o FC Porto encontrava-se por uma vez  a cinco pontos (2011/12), quatro a quatro pontos (2001/02, 2013/14, 2015/16 e 2016/17) e uma a um ponto, quando o Boavista foi campeão nacional em 2000/01.

Analisando as estatísticas, quando nesta situação de desvantagem pontual na ronda 17, os dragões apenas por uma vez conseguiram chegar ao título, em 2011/12, sob o comando de Vítor Pereira, quando até conseguiram acabar o campeonato com mais seis pontos que as águias.

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.