Pedro Proença condena palavras de António Costa sobre o futebol

O Primeiro-Ministro António Costa desvalorizou um eventual apoio ao futebol, considerando não ser uma prioridade. Declarações que motivaram rápida reacção de Pedro Proença que lamentou as palavras do líder do Governo, exigindo respeito pelo futebol.

Pedro Proença em entrevista à Sport TV, lamentou as declarações do Primeiro-Ministro, considerando que as mesmas foram “inapropriadas e inadequadas”. Isto porque, António Costa avançou que o apoio ao futebol nesta fase de pandemia: “está longe de ser uma prioridade”.

O presidente da Liga Portugal ciente do actual momento que vivemos, e não obstante de também valorizar a prioridade à saúde, recorda a importância do futebol no PIB e a sua influência na Economia: “Todos percebemos que atravessamos um momento de grande complexidade. A prioridade é a recuperação e saúde das pessoas. Mas essas declarações espantaram-me, no mínimo. Terão sido inapropriadas e inadequadas face ao momento. O futebol não é um mundo à parte, tem de ser tratado como o turismo ou a distribuição, ou como a cultura. O futebol é neste momento das poucas indústrias na Europa que ocupa o sexto lugar no ranking. Só a cortiça se equipara. Contribuímos com mais de 0,3 por cento do PIB. O futebol exige respeito e é uma indústria com números únicos. Queremos ser respeitados. Não fizemos qualquer exigência. Que seja equiparada a qualquer outra indústria”

Proença adianta que: “Só posso considerar que as declarações são por desconhecimento destes números, que falam por si”

Acrescentou ainda o facto de continuar a aguardar uma resposta ao pedido de reunião com António Costa: “Em meados de fevereiro, a Liga pediu reunião de carácter de urgência ao Primeiro-Ministro e ainda não tivemos resposta. Em momento nenhum podemos aceitar quer o futebol é um mundo à parte”

Guilherme Freire Coelho

Alfacinha apaixonado pela vida e por futebol. Defendo-o como desporto, respeito-o pela vertente social e admiro-o como espectáculo. A bola, é mero instrumento para os "artistas" brilharem. Não escrevo sobre bola mas sim, sobre Futebol, sempre de forma transparente, com fair-play e....sem respeito pelo acordo ortográfico.....