Oficial: Juventus anuncia cortes salariais e vai poupar 90 milhões de euros

A Juventus oficializou este sábado, em forma de comunicado, que chegou a acordo com a equipa técnica comandada por Maurizio Sarri e com os jogadores da equipa principal para a redução dos seus salários, devido aos prejuízos que o surto de Covid-19 está e vai trazer com a suspensão do desporto. Esta medida irá poupar aos campeões italianos 90 milhões de euros.

Nessa mesma nota oficial, a Vecchia Signora adianta que os cortes salariais irão acontecer noes meses de março, abril, maio e junho deste ano e que os “os acordos individuais” com os jogadores e equipa técnica “serão finalizados nas próximas semanas.”

No entanto, a formação de Cristiano Ronaldo e companhia garante que irá negociar “de boa fé” caso os jogos em atraso, devido à suspensão, venham a ser remarcados e, consequentemente, disputados, possibilitando assim a finalização das provas em que o clube está em competição, nomeadamente o campeonato, a taça de Itália e a Liga dos Campeões.

Esta oficialização surge depois de a imprensa italiana ter avançado este sábado de manhã que o próprio internacional português já teria aceite um corte salarial de 3,8 milhões de euros dos 31 que recebe por temporada ao serviço dos campeões italianos.

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.