Pedro Proença: “É fundamental que as ligas terminem esta temporada”

Pedro Proença, presidente da Liga Portugal, deu esta terça-feira uma entrevista à rádio TSF onde reforçou a sua crença e a importância de se terminar os campeonatos na época 2019/20 para não “colocar em causa esta época e as vindouras“.

Estamos todos na expectativa de passar esta fase negra, que vai ter consequências para tudo e todos. Sabemos que estamos dependentes de instâncias governamentais, também de instâncias internacionais, mas os clubes estão imbuídos do espírito de que as competições devem regressar e temos três meses para uma retoma com a época a terminar a 30 de junho“, começou por afirmar à TSF o antigo árbitro.

Todos já percebemos, pela pirâmide das competições, que é fundamental que as ligas terminem, porque isso permite dar alguma normalidade e preparar a próxima época sabendo quem tem acesso a competições internacionais, o campeão, quem é despromovido. Não podemos colocar em causa esta época e as vindouras. Acreditamos que vai ser possível jogar ainda nesta temporada“, acrescentou Pedro Proença, mostrando-se convicto que se conseguirá retomar as competições e assim concluir a temporada 2019/20, garantindo que não se compromete o futuro.

Contudo, o dirigente máximo da Liga Portugal esclareceu que para que tal aconteça, existe a possibilidade que os jogos tenham mesmo que vir a ser jogados à porta fechada, ou seja, sem público nas bancadas: “Todos os cenários estão equacionados. A porta fechada foi o primeiro cenário, antes da suspensão, sendo que o principal objetivo é terminar a época. Podemos também ter um torneio que pudesse condensar as competições. Depende do tempo que tivermos para terminar sem mexer com a próxima temporada“.

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.