Quem te viu e quem te vê: Ricky van Wolfswinkel

Na rubrica “Quem te viu e quem te vê” desta semana recordamos Ricky van Wolfswinkel. Chegou a Alvalade em 2011 e a grande questão é se deixa saudade ou não? Veja onde anda agora o avançado de 31 anos. 

Nascido em 1989, na Holanda, começou a jogar futebol no Vitesse. Desde cedo se notou que tinha faro de golo, e nos juniores demonstrou que iria ser um avançado que ia dar que falar. Em 2007/2008 estreou-se pela equipa principal da equipa holandesa, mas seria na temporada seguinte que Wolfswinkel ira vingar. Com apenas 20 anos, participou em 34 jogos e apontou oito golos.

Na temporada seguinte anunciou que estava de partida do clube que o formou. Mudou-se para o Utrecht a troco de 2,80 milhões de euros. Esta era a altura para o holandês mostrar que tinha qualidade para estar noutros campeonatos e assim o fez. Seguiram-se mais duas temporadas na Holanda a marcar golos. Sem dúvida que a época de 2010/2011 foi a que Wolfswinkel mostrou que podia jogar noutros campeonatos. Fez um total de 23 golos em 47 golos.

Até que despertou o interesse do Sporting, e foi anunciado que o holandês iria rumar a Portugal. O avançado, na altura com 23 anos, custou aos cofres dos leões cerca de 5,08 milhões de euros. O facto de van Wolfswinkel ter sido chamado à seleção nacional nesta altura foi um fator decisivo para o interesse do Sporting. A verdade é que o avançado não esteve muito mal em Portugal, mas se calhar não esteve à altura das expectativas e a concorrência também era alguma. Na primeira temporada fez 47 jogos e apontou 25 golos. Na segunda não esteve assim tão bem, mas apontou 20 golos em 41 golos. Lá está, as impressões que van Wolfswinkel não foram suficientes para conquistar os adeptos, e na época seguinte saiu.

O avançado foi para Inglaterra para representar o Norwich. A verdade é que o Sporting CP ainda encaixou 10 milhões de euros com a transferência do avançado. No entanto, os anos que estavam pela frente não foram sorridentes para Wolfswinkel. Na sua temporada de estreia, em 2013/2014, fez 27 jogos e apontou apenas um golo. Nas duas temporadas seguintes foi emprestado, ao Saint-Étienne e ao Real Betis, respetivamente. Em França ainda fez 39 jogos e apontou nove golos. Já em Espanha apenas apareceu em 19 partidas e apontou três golos.

Depois de se tornar um flop em Inglaterra, Wolfswinkel voltou para o clube que o formou a troco de apenas 600 mil euros. E desta vez, com 28 anos, fez uma das suas melhores épocas da carreira. Mostrou que o seu futebol era adequado para o campeonato holandês, fazendo 23 golos em 37 jogos. Mas e agora? Onde anda o avançado holandês?

Depois de uma boa temporada ao serviço do Vitesse, Wolfswinkel assinou pelo Basileia onde se encontra até aos dias de hoje. O mais interessante é que o avançado saiu do campeonato holandês por um valor totalmente diferente do que quando voltou. O Basileia teve de pagar 3,5 milhões de euros para obter o passe do holandês. Até hoje, a melhor época que fez foi a temporada passada, onde apontou 17 golos em 42 jogos. Nesta temporada tinha feito apenas sete jogos e apontado um golo.

A carreira de Wolfswinkel é marcada por muitos inconstantes. Parece que é preciso o avançado estar bem confortável onde se encontra para render o seu máximo. Com 31 anos, agora é muito difícil Wolfswinkel voltar a vingar como o fez antes.

 

João Marques

Nasci nos Açores, mais propriamente na Ilha Terceira. Actualmente estou a estudar Ciências da Comunicação na NOVA FCSH. O desporto nasceu comigo e a paixão pelas letras já vem desde tenra idade.