Barcelona vende ‘naming’ do Camp Nou em nome da solidariedade

O Barcelona está disposto a vender o naming do mítico Camp Nou durante um ano. As receitas desse patrocínio reverterão para “toda a humanidade”, em contexto de pandemia do Covid-19.

Quem o diz é Jordi Bardoner, vice-presidente do clube catalão. Após uma reunião da direção, ele expressou as intenções do clube:

“Queremos enviar uma mensagem universal. Pela primeira vez, alguém terá a oportunidade de colocar o seu nome no Camp Nou e as receitas serão para toda a humanidade. Estamos numa situação de emergência. Precisamos de ter uma resposta muito rápida e vamos colocar a nossa ‘joia da coroa’ ao serviço”.

O estádio foi inaugurado em 1957 e nunca teve algum acordo de naming. Contudo, o clube já tinha planeado um negócio deste género a partir de 2023/24, com uma duração de 25 anos.

“Esta venda será por apenas um ano e independente do contrato a longo prazo, de 25 anos. Mas se aparecer um patrocinador que queira incluí-lo no contrato a longo prazo, o clube irá avaliar essa proposta”, acrescentou Jordi Cardoner.

A distribuição da receita deste ato solidário será feita a cargo da fundação do Barcelona e do patrocinador em questão.

 

David Silva

Contar a minha história é falar de futebol. Primeiro, a paixão. Depois, a prática. Em seguida, uma deslocação de 71km entre a Lourinhã e a NOVA/FCSH, onde concluí o curso de Ciências da Comunicação, em 2019. Pelo meio, nove meses de estágio memoráveis no Canal 11, na Cidade do Futebol. E por fim, a paixão. Sempre.