Bundesliga tem luz verde para regressar a 9 de maio

A luz ao fundo do túnel começa a surgir para os adeptos do futebol e o campeonato alemão será mesmo o primeiro a regressar ao ativo já no próximo dia 9 de maio.

Na segunda-feira, os ministros alemães Markus Söder e Armin Laschet confirmaram que o segundo fim-de-semana de maio, dia 9 e 10, servirá de teste para o modelo desenvolvido pela liga alemã (DFL), que consistirá na realização dos jogos à porta fechada e com um número bastante reduzido de pessoas.

Além destes dois ministros, também o ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, concedeu autorização para que o principal campeonato germânico regresse já no início de maio: “Com o conceito global [criado pela DFL], é possível realizar jogos à porta fechada. Era importante reduzir ao máximo o perigo de infecção, para que a partir do dia 9 de maio os adeptos de futebol possam voltar a ter um pouco de normalidade, ainda que com estádios vazios“, disse Spahn, citado pelo jornal Bild.

Este anúncio foi recebido com agrado por parte dos dirigentes dos clubes alemães. Karl-Heinz Rummenigge, presidente do Bayern Munique, afirmou que os clubes vão “ter uma conduta absolutamente exemplar e disciplinada“. “A DFL desenvolveu uma estratégia fantástica e vamos tratar de a por em prática de forma indiscutível“, concluiu.

Afinal quantas pessoas estarão envolvidas no jogo?

Apesar deste regresso, serão vários os condicionamentos e as regras indispensáveis à realização segura dos encontros. O mais importante será mesmo ao nível do número de pessoas envolvidas em cada partida.

Além dos 36 jogadores envolvidos (18 de cada lado, entre titulares e suplentes), cada equipa poderá ter oito responsáveis divididos entre treinadores, médicos, assistentes e dirigentes, caso assim o entendam.

Estarão ainda disponíveis apenas quatro apanha-bolas, em vez dos habituais 12, 36 profissionais da SKY – detentora dos direitos dos jogos e responsável pela sua transmissão – e ainda 30 elementos de segurança dentro do estádio, ao invés dos habituais 300. Estarão ainda presentes fora do recinto 50 elementos de segurança, responsáveis por evitar possíveis ajuntamentos de adeptos.

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.