DGS analisa medidas para o regresso do futebol profissional em junho

A diretora-geral da Saúde, Dra. Graça Freitas, na conferencia de imprensa desta terça-feira, foi questionada sobre o regresso das competições de futebol em Portugal, e a resposta acabou por ser evasiva sem querer assumir qualquer compromisso.

Sabendo que a Liga pretende que o futebol profissional regresse em junho, salientou que: “é um assunto que terá de ser analisado nos próximos dias”

Confrontada com o plano que a Liga tem em cima da mesa para o regresso das competições, a directora-geral da Saúde adiantou: “Não me vou pronunciar sobre isso, porque nessa questão há várias outras questões complexas envolvidas. É um assunto que terá de ser analisado entre a Liga e de acordo com as regras que a DGS instituiu para a população em geral. Temos regras e normas e temos de ver como se aplicam na prática, para se evitar que haja risco de propagação da doença entre as pessoas”

A contenção da pandemia que assola o Mundo não está descurada sendo que, o intuito dos clubes e Liga Portugal estabelece a medida de se realizar entre 1000 e 2000 testes 48 horas antes de cada jornada. Serão controlados jogadores, equipas técnicas de arbitragem e demais “staff” dos clubes, com uma média de 100 intervenientes por cada jogo das Primeira e Segunda Ligas.

 

Guilherme Freire Coelho

Alfacinha apaixonado pela vida e por futebol. Defendo-o como desporto, respeito-o pela vertente social e admiro-o como espectáculo. A bola, é mero instrumento para os "artistas" brilharem. Não escrevo sobre bola mas sim, sobre Futebol, sempre de forma transparente, com fair-play e....sem respeito pelo acordo ortográfico.....