FC Porto e Benfica já têm datas para regressar aos treinos

Já lá vai cerca de um mês e meio desde que, a 13 de março, todas as competições foram suspensas em Portugal devido ao surto de covid-19, o que causou ao recolhimento dos atletas às suas causas. Contudo, as equipas começam agora a voltar ao ativo.

Depois do Sporting, é agora a vez do FC Porto e do Benfica terem já agendados no calendário os seus respetivos regressos ao trabalho, ambos marcados para o início do mês de maio, de acordo com a imprensa nacional.

Segundo avança o diário desportivo nacional Record, os encarnados preparam o regresso aos treinos já no próximo dia 1 de maio, exatamente 50 dias depois do seu último treino coletivo e na véspera daquele que se espera ser o último Estado de Emergência decretado pelo Governo português.

Já no que toca à turma azul e branca, avança o diário nacional O Jogo este sábado que o regresso está marcado para três dias depois das águias, dia 4 de maio, podendo, no entanto, esta data sofrer alterações dependendo de possíveis ajustes relativos à pandemia e ao início da Liga.

A mesma fonte avança que os dirigentes portistas acreditam não serem necessários mais de 20 dias de preparação para a equipa estar pronta a voltar à competição, já que o plantel não ficou de férias e continuou este tempo todo a treinar-se sob o regime preparado pela equipa técnica azul e branca.

Contudo, face ao estado atual do avanço do vírus e às recomendações da Direção-Geral da Saúde, o regresso em ambos os casos será feito com algumas limitações especiais.

No caso do Benfica, sendo que os jogadores se encontram de férias desde o último dia 7 de abril, estes serão alvos de testes e avaliações físicas antes do regresso efetivo aos trabalhos.

Já no FC Porto, para que o regresso seja feita com todas as precauções recomendadas pelas autoridades de saúde nacionais, a equipa B portista passará agora a treinar na zona da formação, deixando assim o Olival completamente disponível para a equipa principal.

A isto, junta-se ainda o facto que a equipa portista, segundo explica O Jogo, será toda ela alvo da realização de testes de despiste ao covid-19 aquando do regresso ao Olival, antes que exista qualquer tipo de contacto entre jogadores e staff e dois dias antes do jogo de regresso à competição, assim como antes de qualquer partida agendada.

Além destas adaptações, ambos os regressos serão realizados de acordo com o modelo sanitário apresentado pela Liga e que já está a ser adotado pelas equipas que têm recomeçado os seus trabalhos. Assim, numa primeira fase os trabalhos serão individualizados no campo, em pequenos grupos e sem contacto entre atletas, com a presença de treinador e elemento do departamento médico. Além disso, os jogadores virão equipados das suas próprias casas e tomarão o banho pós-treino nas suas respetivas habitações.

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.