Oficial: Primeira Liga regressa no final de maio

A espera foi longa, mas os adeptos de futebol portugueses podem finalmente respirar de alívio. Pedro Siza Vieira, ministro da Economia, confirmou esta quinta-feira na Assembleia da República que a Primeira Liga nacional vai regressar ao ativo no final do mês de maio, ou no dia 30 ou no dia 31.

A partir de segunda-feira a prática de desportos individuais ao ar livre será permitida. Depois, no final do mês, poder-se-á retomar a competição profissional na Primeira Liga de futebol“, declarou o Ministro da Economia.

Segundo o calendário oficial publicado pelo Governo durante a tarde desta quinta-feira, as competições oficias da Primeira Liga de Futebol e a Taça de Portugal irão assim regressar ao ativo entre o dia 30 e 31 de maio, depois da sua suspensão no passado dia 12 de março.

Assim sendo, não só está confirmado o regresso da Primeira Liga nacional, como ainda da final da prova-rainha portuguesa, que irá opor o Benfica e o FC Porto.

No entanto, o regresso será realizado com muita cautela e cumprindo todas as recomendações sanitárias da Direção-Geral da Saúde (DGS), detalhando ainda Siza Vieira as várias fases de reabertura do país na sequência da pandemia do coronavírus.

É um caminho exigente, que exigirá a todos os portugueses um grau de disciplina e compromisso, para podermos manter a confiança na capacidade de recuperar a vida, mantermos esta pandemia sob controlo. É com a mesma confiança que encaramos esta nova fase“, concluiu Siza Vieira, mostrando confiança nos portugueses para ultrapassar o difícil período que aí vem.

Além de Siza Vieira, também o primeiro ministro António Costa confirmou o reatamento da Liga NOS e da Taça de Portugal, mas deixou claro que este estará sempre dependente da aprovação por parte da DGS do protocolo sanitário que foi apresentado pela Liga. Além disso, o chefe do executivo confirmou a realização das 10 restantes jornadas e da final da Taça à porta fechada.

A partir de segunda-feira estará autorizada a prática de atividade física individual ao ar livre fora de competição, com a exclusão da utilização de balneários e piscinas. Os restantes desportos, em recinto fechados ou desportos de combate, continuarão a não ser permitidos. A única exceção tem a ver com a possibilidade de, a partir do fim de semana de 30 e 31 de maio, se iniciar a conclusão das provas das equipas da Primeira Liga, permitindo a disputa das últimas dez jornadas e também da final da Taça de Portugal. Gostaria ainda de dizer que esta situação está sujeita ainda da aprovação da DGS quanto ao protocolo sanitário que a Liga nos apresentou, indispensável a que essa atividade possa ser retomada. Em qualquer caso, esse reinício será sempre feito à porta fechada, sem público nos estádios, qualquer que seja ele, seja na Primeira Liga como na final da Taça“, frisou António Costa.

Esta confirmação do regresso da Primeira Liga surge depois de os desportos de pavilhão terem visto as suas temporadas canceladas na quarta-feira e numa altura em que vários emblemas do principal escalão nacional se preparam para regressar aos trabalhos no início do mês de maio, como é o caso do Vitória de Guimarães, Benfica e FC Porto e quando outros, como o Sporting e o Sporting de Braga já regressaram aos treinos individuais.

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.