Os dez jogadores que mais dinheiro movimentaram em transferências

No atual panorama do futebol mundial tem-se assistido muito frequentemente a transferências de jogadores por valores astronómicos. Contudo, esta lista não se trata das dez maiores contratações de sempre, mas sim dos dez futebolistas nos quais, ao todo, até agora, mais cifrões foram investidos em movimentações no mercado ao longo das suas carreiras, utilizando como fonte os dados do Transfermrkt.

 

10º – Kylian Mbappé (145 M €)

O jovem prodígio é o único elemento a constar nesta lista graças a apenas uma transferência. Depois de, na temporada 2016/17, ter impressionado o mundo futebolístico com os seus 26 golos e 14 assistências em 44 jogos ao serviço dos monegascos quando ainda tinha 18 anos, o francês trocou o Mónaco pelo PSG, primeiro a título de empréstimo de uma época, e, posteriormente, através de uma transferência definitiva por 145 milhões de euros, assegurando assim o décimo lugar nesta lista. Porém, tendo em conta a tenra idade do avançado e os constantes rumores de uma possível saída de Paris, Mbappé tem potencial para, num futuro próximo, constar nos lugares cimeiros desta lista.

 

9º – Gonzalo Higuaín (159 M €)

Depois de cumprir toda a sua formação e ainda os três primeiros anos da sua carreira profissional no River Plate, o ponta de lança foi comprado a troco de 12 milhões pelo Real Madrid em janeiro de 2007. Após seis épocas e meia na capital espanhola, mudou-se para Nápoles, tendo o clube italiano investido 39 milhões no argentino. Porém, três anos mais tarde, o jogador trocou os napolitanos por um dos seus maiores rivais: a Juventus, que pagou 90 milhões pelo seu passe. Na época passada Higuaín foi duas vezes emprestado. Na primeira metade da mesma esteve no AC Milan e na segunda esteve no Chelsea. Estes clubes adquiriram os serviços temporários do atleta por 10,2 e 7,8 milhões, respetivamente. Assim, o montante total das transferências de Gonzalo Higuaín é de 159 milhões de euros.

 

8º – Zlatan Ibrahimovic (169,1 M €)

A primeira das muitas transferências que o sueco teve na sua carreira foi do Malmo, clube onde se estreou, para o Ajax em 2001, por 7,8 milhões. Três anos depois, a Juventus desembolsou 16 milhões pelo avançado. O ponta de lança jogou durante duas épocas em Turim até se ter mudado para Milão, mais precisamente para o Inter, tendo este clube investido 24,8 milhões. O jogador cumpriu mais três épocas em Itália e, posteriormente, rumou para o Barcelona, que pagou 60,5 milhões ao Inter. Porém, esteve apenas uma temporada em Espanha antes de regressar para Milão, desta vez para o AC Milan, inicialmente através de um empréstimo por seis milhões e, no ano seguinte, por uma transferência definitiva de 24 milhões. A última quantia investida pelo passe de Ibrahimovic foi de 21 milhões pelo PSG depois da segunda temporada do sueco no Milan (as transferências para o Manchester United, LA Galaxy e, novamente, para o Milan foram a custo zero).

7º – Philippe Coutinho (170,3 M €)

O brasileiro foi comprado pelo Inter ao Vasco da Gama por 3,8 milhões em 2008, quando tinha apenas 16 anos e ainda nem se tinha estreado pela equipa principal. No entanto, o clube italiano deixou o médio permanecer a jogar no mesmo emblema até 2010, altura em que se mudou mesmo para a Europa. Após ter cumprido duas épocas no Inter e ainda meia temporada emprestado ao Espanyol, o jogador rumou para o Liverpool a troco de 13 milhões. Cinco anos depois, o Barcelona investiu 145 milhões no médio criativo, tendo esta sido uma das maiores transferências da história. Atualmente, Coutinho está a representar o Bayern Munique por empréstimo dos catalães. Esta cedência temporária valeu 8,5 milhões aos cofres blaugrana.

6º – Antoine Griezmann (174 M €)

O avançado deu os primeiros toques numa bola pelo pequeno UF Maconnais mas mudou-se para Espanha em 2005, quando tinha apenas 14 anos, para integrar as camadas jovens da Real Sociedad. O francês acabaria por só abandonar o clube nove anos mais tarde (jogou durante cinco épocas na equipa principal) quando o Atlético de Madrid investiu 54 milhões na sua contratação. Mais recentemente, no último verão, Griezmann foi protagonista de uma das bombas do mercado e de uma das mais caras transferências de sempre, mudando-se para o Barcelona por 120 milhões de euros.

 

5º – Ángel Di María (179 M €)

Foi ao serviço do Rosário Central que o extremo cumpriu toda a sua formação e ainda os seus dois primeiros anos enquanto sénior até ser adquirido pelo Benfica por 8 milhões em 2007. Passados três anos, as águias arrecadaram 33 milhões pelo jogador que se havia transferido para o Real Madrid. Após envergar a camisola merengue durante quatro épocas, os red devils investiram 75 milhões no argentino. Porém, a sua estadia em Manchester não foi positiva e, apenas uma temporada depois, trocou Inglaterra por França, mais precisamente pelo PSG que ofereceu 63 milhões pelo esquerdino.

 

4º – Álvaro Morata (179 M €)

O ponta de lança dividiu a sua formação pelo Atlético de Madrid, Getafe e Real Madrid, onde a terminou e começou a sua carreira profissional. Depois de duas épocas onde não se conseguiu impor na equipa inicial, o espanhol foi adquirido pela Juventus por 20 milhões em 2014. Contudo, somente duas épocas após a sua saída, os merengues recompraram o avançado por 30 milhões. O regresso ao Real Madrid acabou por durar apenas uma temporada dado que, no ano seguinte, este fez as malas e partiu para o Chelsea a troco de 66 milhões. A sua estadia em Londres também foi curta, tendo durado uma época e meia. Em janeiro de 2019, este acordou um empréstimo de uma temporada e meia por 7 milhões com o Atlético de Madrid. Porém, o vínculo estabelecido com os colchoneros prevê o pagamento de uma cláusula de compra obrigatória no final desta época no valor de 56 milhões. Assim sendo, contabilizando a quantia da transferência definitiva que se irá realizar daqui a uns meses, o valor total das movimentações de Morata é de 179 milhões de euros.

 

3º – Romelu Lukaku (203,56 M €)

O belga terminou a sua formação e passou as suas primeiras duas épocas profissionais no Anderlecht até ser contratado pelo Chelsea em 2011 por 15 milhões. O avançado ainda cumpriu uma época em Londres antes de ser emprestado ao West Bromwich e, na temporada seguinte, ao Everton, desta vez com o pagamento de 3,5 milhões. O ponta de lança acabou mesmo por não voltar a representar os blues porque, findada a cedência temporária, os toffees decidiram ficar com os serviços do jogador definitivamente, investindo 35,36 milhões. Volvidos quatro anos, este voltou a trocar de clube, partindo desta vez para o Manchester United por 84,7 milhões. No último mercado de verão, Lukaku abandonou Inglaterra e rumou para o Inter de Milão a troco de 65 milhões.

 

2º – Cristiano Ronaldo (230 M €)

CR7 começou a dar os primeiros passos no futebol pelo CF Andorinha, tendo também passado pelo Nacional antes de se mudar para o continente com apenas 12 anos e terminar a sua formação no Sporting, onde ainda cumpriu a sua primeira época enquanto profissional até que, em 2003, fez as malas e partiu para o Manchester United por 19 milhões. Depois de seis gloriosos anos em Inglaterra, o Real Madrid adquiriu o passe do jogador a troco de 94 milhões. Em 2018, após nove épocas na capital espanhola, aos 33 anos, Cristiano Ronaldo convenceu a Juventus a investir 117 milhões na sua compra.

 

1º – Neymar (310,2 M €)

Sem grandes surpresas, o craque brasileiro aparece no topo desta lista. A sua transferência de 222 milhões do Barcelona para o PSG em 2017 é de longe a mais cara da história do futebol e por si só seria suficiente para o colocar em segundo lugar neste artigo. Contudo, antes de esta se realizar, o atleta também já havia sido alvo de outro grande investimento quando, em 2013, os catalães ofereceram 88,2 milhões ao Santos pelo jogador, clube onde o avançado cumpriu a maior parte da formação (passou antes pelo Portuguesa Santista) e ainda os primeiros quatro anos e meio no futebol sénior. Caso os rumores de um regresso a Barcelona se venham a confirmar, Neymar poderá reforçar ainda mais a sua liderança nesta lista.

 

Fonte da Imagem: Getty Images

Simão Vitorino

Nasci e cresci em Vila Franca de Xira e estou atualmente a tirar uma licenciatura em Ciências da Comunicação na faculdade NOVA FCSH com o objetivo de me tornar jornalista desportivo no futuro, profissão que une duas grandes paixões minhas - o futebol e a escrita.