Lembra-se de Matías Fernández, o chileno que encantou Alvalade?

Chegou a Alvalade em 2009/2010. Um verdadeiro meio-campista, que encantou tudo e todos de leão ao peito. Lembra-se de Matías Fernández?

Nasceu na Argentina, em Buenos Aires, mas com quatro anos mudou-se para o Chile e foi aí que começou a sua história. Começou a jogar futebol num clube da sua cidade, no Unión La Calera. Em 1999 mudou-se para o Colo-Colo, clube que o formou e o lançou para o mundo. Começou a jogar pela equipa principal e em 2004 demonstrou que o seu talento não era brincadeira. Com apenas 18 anos carimbou 30 golos em 43 jogos. Seguiram-se mais um par de temporadas no clube chileno, até que, depois de receber vários prémios na América do Sul, chegou a altura de dar um passo em frente.

Matías Fernández em 2006 rumou para a Europa para representar o Villarreal. Segundo o site especialista em transferências Transfermarkt, o chileno tinha um valor de mercado a bater os 11 milhões de euros. No entanto, o Villarreal trouxe o médio para Espanha a troco de 8,70 milhões de euros. O internacional chileno mostrou que era jogador e que ia dar que falar.

Foram três temporadas em Espanha ao serviço do Villarreal. Fez um total de sete golos em 91 jogos. Matías Fernández destacava-se pela sua presença em campo, pela sua habilidade com a bola nos pés e pelo seu remate. O seu valor desceu um pouco, mas isso não deixou de despertar o interesse de vários clubes, inclusivamente do Sporting.

Em 2009/2010 assinou pelo Sporting, sendo que o chileno custou 3,64 milhões de euros aos cofres dos leões. Estreou-se frente ao Vitória de Guimarães num amigável, e lançado na segunda parte foram precisos apenas 30 segundos para marcar o primeiro golo pela turma verde e branca. A verdade é que Matías Fernández veio para conquistar, e assim o fez.

Na primeira temporada foram 47 jogos feitos ao serviço dos leões onde apontou cinco golos. Na segunda mais sete golos noutros 30 jogos. Na terceira fez mais sete golos em 39 jogos. Números incríveis, mas quem não se lembra do livre do Matías Fernández frente ao Manchester City no Ethiad Stadium para a Liga Europa? Que golaço.

Depois de conquistar Alvalade estava na hora de partir para outras conquistas. Até que surgiu a oportunidade de ir para Itália. Assim o fez, o chileno assinou pela Fiorentina a troco de mais 3 milhões de euros. Com a sua camisola 14, Matías Fernández começou bem e a conquistar o seu lugar na equipa. Na primeira temporada jogou 24 jogos e apontou um golo. Na segunda somou mais 38 jogos e três golos.

Em 2014/2015, a sua temporada de destaque em Itália, fez 41 jogos e apontou dois golos. Nessa mesma época fez parte da seleção chilena que conquistou a Copa América. No ano seguinte fez mais 27 jogos e apontou mais um golo, mas uma grave lesão afastou-o da equipa principal. Em 2016/2017 foi emprestado ao AC Milan, mas pouco jogou.

Regressou à Fiorentina e a verdade é que já não fazia parte dos planos do clube italiano. Com 15 anos em cada perna, já não era o mesmo. O experiente meio-campista acabou por ser transferido para o Necaxa, clube mexicano, a custo zero. Apesar de muito presente no 11 inicial, no ano passado foi emprestado ao Junior Barranquilla, clube da primeira divisão colombiana. Mas e hoje onde anda?

Com 33 anos, Matías Fernández voltou ao clube que o formou. Depois de acabado o empréstimo foi transferido, também a custo zero, no início deste ano para o Colo-Colo. Apesar de muito experimente, apenas fez cinco jogos até ao momento.

João Marques

Nasci nos Açores, mais propriamente na Ilha Terceira. Actualmente estou a estudar Ciências da Comunicação na NOVA FCSH. O desporto nasceu comigo e a paixão pelas letras já vem desde tenra idade.