Oficial: Nacional e Farense sobem à Primeira Liga; Cova da Piedade e Casa Pia descem

A Liga Portugal anunciou esta terça-feira, em forma de comunicado, que, após uma reunião extraordinária realizada na parte da manhã, foi tomada a decisão de promover o Nacional e o Farense à Primeira Liga, enquanto o Cova da Piedade e o Casa Pia seguem o caminho inverso e descem ao Campeonato de Portugal.

Esta decisão surge após a Segunda Liga ter sido dada por terminada na semana passada devido à pandemia do novo coronavírus.

Na nota oficial, o organismo presidido por Pedro Proença esclarece que, após a decisão do Governo de cancelar o segundo escalão do futebol português, se viu “constrangido a decidir sobre a suspensão definitiva da II Liga, tendo estabilizado a classificação final da competição segundo os critérios de mérito desportivo recomendados pela FIFA, pela UEFA e pela FPF“.

A Liga Portugal anunciou ainda, na mesma nota, que decidiu “aprovar a criação de um Fundo de Apoio aos clubes da II Liga, por forma a atenuar os efeitos da paragem antecipada determinada e que terá o valor total de 1,52 milhão de euros“. Este fundo servirá assim de apoio para os clubes que se vêem agora privados da grande maioria, senão a totalidade, das suas receitas económicas.

Desta reunião resultou ainda outra medida de apoio negociada pela Liga Portugal com a SABSEG e que prevê a suspensão de pagamento dos seguros de acidentes de trabalho dos jogadores dos clubes da II Liga, a partir de 18 de março, data em que foi declarado o Estado de Emergência no país, o que constitui um apoio extra a estas Sociedades Desportivas, que se soma ao ontem divulgado para as da I Liga“, conclui o documento.

Os clubes não tardaram a responder e, enquanto o Farense celebrou o seu regresso à principal divisão do futebol nacional passados 18 anos enfatizando o “mérito próprio“, a formação madeirense esteve reunida ao início da tarde para celebrar o regresso à Primeira Liga, apesar de as restrições serem “muitas por razões de ordem sanitária“.

https://www.instagram.com/p/B_z0vdUnwZj/

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.